Opinião

Comprar ou vender dólar? Eis a questão

Você já parou para se perguntar é hora de comprar ou vender dólar?

Em mais de uma década como analista de investimentos, sempre recebi dúvidas sobre o dólar.

“Vai subir? Vai cair? É hora de comprar?”

Independentemente da cotação em que está sendo negociado, memorize:

Sempre é bom ter um pouco da moeda americana em sua carteira!

Isso vale mesmo quando ela está barata ou em níveis recordes, como os atuais.

Vou explicar o motivo…

Historicamente, o dólar americano é admitido globalmente como uma moeda forte, o que mantém seu valor mesmo em cenários adversos.

Ou seja, em momentos de incerteza nos mercados, ele acaba funcionando como um mecanismo de proteção, reduzindo o risco do seu portfólio – estratégia conhecida como hedge.

E uma vez que estes momentos costumam aparecer sem o menor aviso prévio, é sempre bom estar protegido.

Em 2020, por exemplo, o dólar já se valorizou nada menos que 42% frente ao real. Desempenho que coloca nossa moeda como a que mais se desvalorizou em relação à americana dentro de uma cesta de divisas de países emergentes.

Além da preocupação generalizada com os impactos do coronavírus, que provocou um movimento global de desvalorização cambial, há outros fatores domésticos que ajudam a explicar a perda de valor mais significativa da moeda brasileira na comparação com seus pares.

Questões como os sucessivos cortes de juros, projeções cada vez mais assustadoras de retração da economia e a persistente instabilidade política, que teima em dividir os holofotes com o noticiário envolvendo a pandemia.

Pontos que também ajudam a explicar a queda de 30% do Ibovespa desde o início do ano, o que só reforça a função protetora que o dólar exerce dentro de uma carteira diversificada de investimentos em tempos turbulentos.

Afinal, quem esteve exposto à esta disparada da moeda americana no período, seja através de um fundo cambial ou de qualquer outra aplicação atrelada à variação do câmbio, na pior das hipóteses minimizou de forma considerável um eventual prejuízo que tenha tido em outras modalidades, especialmente aquelas ligadas às ações.

Conheça o BTG PACTUAL DIGITAL FI CAMBIAL, com taxa de 0,10% de administração, liquidez em D+1 e aplicação inicial mínima de apenas 500 reais.

É por isso que eu gosto de me referir ao dólar como o porto seguro da minha carteira, de modo que, enquanto ainda não temos visibilidade sobre até onde vai essa crise, é bom estar protegido.

Você concorda, mas também acha que, perto dos 6 reais, o dólar está muito caro para ser comprado agora? Pois saiba que ele sempre pode subir mais.

Não quero aqui assumir a ingrata tarefa de prever para onde o dólar vai – existe até um ditado no mercado que diz que o câmbio é o cemitério de reputações.

O que você precisa ter em mente é que, quando há instabilidade econômica ou política, local ou mundial, a aversão ao risco aumenta e os investidores preferem apostar nas economias mais sólidas, como a dos EUA, a comprometer o capital em países emergentes.

Soma-se a isso o fato de nunca termos praticado juros tão baixos, o que acabou reduzindo de forma significativa a atratividade de se tomar dinheiro no exterior para aplicar no Brasil, de olho no diferencial entre as taxas.

Temos, portanto, diversos fatores “conspirando” contra o real. Basta lembrar que a desconfiança contra um país é também a desconfiança contra sua moeda. E, no momento, investidores estrangeiros estão bem longe de confiar no Brasil.

No curto prazo, então, podemos ver o movimento de alta do dólar continuar. Mas são tantos os fatores que influenciam o mercado de câmbio que, de um dia para o outro, tudo pode mudar.

No final das contas, é uma missão quase impossível prever o comportamento de uma moeda. Então, por via das dúvidas, tenha sempre exposição ao dólar em sua carteira.

 

Gabriel Casonato

Gabriel Casonato:

Formado em Administração com habilitação em Comércio Exterior pela Universidade Mackenzie, Gabriel Casonato foi sócio da maior publicadora de conteúdos de investimentos do Brasil. Hoje, é analista CNPI do BTG Pactual digital.

Deixe seu comentário 0

Você está a um passo para investir com mais segurança e tranquilidade.
Crie sua conta agora


Preencha com seu nome

Preencha com seu e-mail

Preencha com seu telefone

Está com dúvidas? Entre em contato com a gente!

ENTRE EM CONTATO

O Grupo BTG Pactual (“BTG Pactual”) não fornece opiniões jurídicas ou tributárias. Sendo assim, essa apresentação não constitui aconselhamento legal de qualquer natureza. Essa apresentação é um breve resumo de cunho meramente informativo, não configurando análise de valores mobiliários nos termos da Instrução CVM Nº 598, de 03 de maio de 2018, e não tendo como objetivo a consultoria, oferta, solicitação de oferta e/ou recomendação para a compra ou venda de qualquer investimento e/ou produto específico. Embora as informações e opiniões expressas aqui tenham sido obtidas de fontes confiáveis e fidedignas, nenhuma garantia ou responsabilidade, expressa ou implícita é feita a respeito da exatidão, fidelidade e/ou totalidade das informações. Todas as informações, opiniões e valores eventualmente indicados estão sujeitos à alteração sem prévio aviso. Ressaltamos também, que as opiniões expressas neste material refletem a opinião do respectivo profissional convidado e não necessariamente expressam a opinião do BTG Pactual, não devendo ser tratadas como tal. As informações contidas nesta apresentação não podem ser consideradas como única fonte de informações no processo decisório do investidor, que, antes de tomar qualquer decisão, deverá realizar uma avaliação minuciosa do produto e respectivos riscos, face aos seus objetivos pessoais e ao seu perfil de risco ("Suitability"). Para maiores informações, acesse www.btgpactualdigital.com

Os riscos da operação com títulos de renda fixa (CDB, LCI e LCA) estão na capacidade de o emissor honrar a dívida; na impossibilidade de venda do título ou na ausência de investidores interessados em adquiri-lo; e na possibilidade de variação da taxa de juros e dos indexadores. É importante a adequada compreensão da natureza, forma de rentabilidade e riscos dos títulos de renda fixa antes da sua aquisição. CDB, LCI e LCA contam com a garantia do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), que garante a devolução do principal investido acrescido de juros referente a rendimentos, na hipótese da incapacidade de pagamento da instituição financeira, de até R$ 250 mil reais por CPF e por instituição financeira, considerando o limite de garantia de R$ 1 milhão para cada período de quatro anos.

FUNDOS DE INVESTIMENTO NÃO CONTAM COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA. E recomendada a leitura cuidadosa do Formulário de Informações Complementares e Regulamento do Fundo de Investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos.

Ressaltamos que as opiniões e projeções referente COE, aqui apresentadas representam a opinião da área Structured Products do BTG Pactual, mas não necessariamente a opinião institucional do BTG Pactual, podendo o BTG Pactual, suas subsidiárias e/ou seus empregados podem, eventualmente, possuir uma posição comprada ou vendida, atuar em nome próprio e/ou como coordenador ou agente em operações envolvendo ações ou demais investimentos relevantes. COE NÃO CONTA COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA.

Os regulamentos completos dos Planos de Previdência da BTG Pactual Vida e Previdência S/A deverão ser lidos previamente a sua contratação. Os direitos e obrigações das partes estão definidos na Proposta e nos Regulamentos do plano contratado. É recomendada a leitura cuidadosa do regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos. O registro do plano na Susep não implica, por parte da autarquia, incentivo ou recomendação de comercialização. O Participante/Segurado poderá consultar a situação cadastral de seu corretor de seguros no site www.susep.gov.br, por meio do número de seu registro na Susep, nome completo, CNPJ ou CPF. BTG Pactual Vida e Previdência S/A - CNPJ: 19.449.767/0001-20. Processos SUSEP PGBL: 15414.901924/2014-44 e VGBL: 15414.901922/2014-55.

Fundos de investimento não contam com garantia do administrador do fundo, do gestor da carteira, de qualquer mecanismo de seguro ou, ainda, do fundo garantidor de créditos FGC. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de rentabilidade futura. É recomendada a leitura cuidadosa do prospecto e regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos. Os investidores devem estar preparados para aceitar os riscos inerentes aos diversos mercados em que os fundos atuam e, consequentemente, possíveis variações no patrimônio investido. Os produtos e serviços aqui mencionados podem não estar disponíveis em todas as jurisdições ou para determinadas categorias de investidores. Adicionalmente, a legislação e regulamentação de proteção a investidores de determinadas jurisdições/países, pode não se aplicar a produtos e serviços registrados em outras jurisdições/países, sujeitos à legislação e regulamentação respectivamente aplicáveis, além de previsões contratuais específicas.

Anbima Anbima