Notícias mistas ao longo da semana

Do lado da atividade, tivemos a divulgação da produção industrial de agosto (IBGE) e das vendas de veículos (Fenabrave) de setembro. No campo inflacionário, o principal evento foi a divulgação do IPCA, enquanto no setor externo tivemos o resultado da balança comercial (SECEX), ambos referentes ao mês de setembro.

Segundo o IBGE, a produção industrial registrou recuo de 0,8% ao mês (+4,0% ao ano) em agosto, após 4 avanços consecutivos. Apesar da surpresa, os detalhes da divulgação de agosto não foram ruins. Em primeiro lugar, a contração da produção industrial foi puxada por poucos segmentos (o setor de alimentos foi um destaque negativo importante). O segundo ponto, que vale destacar, é que os dados da indústria extrativa deste ano foram todos revisados para cima, provavelmente em função da incorporação da produção da nova planta de minério de ferro da Vale (S11D) em Carajás, levando a um aumento (em média) de 2% no nível desse setor em 2017.

Olhando agora para os dados de veículos, 193,6 mil veículos leves (automóveis e comerciais leves) foram vendidos em setembro. Na comparação interanual (ponderando por dia útil), houve mais uma alta forte: +31,2% ao ano, após uma alta de 17,8% ao ano em agosto. Apesar dos ganhos recentes, o nível das vendas segue fraco para padrões históricos, similar ao observado no final de 2008.

No campo inflacionário, o IPCA de setembro registrou inflação de 0,16% ao mês. Em contraste com divulgações anteriores, o número ficou acima do mesmo período do ano passado (0,08% ao mês), levando a inflação acumulada em 12 meses a avançar, porém ainda em apenas 2,54% ao ano.
Em relação ao setor externo, a balança comercial registrou um superávit de US$5,6 bilhões, com forte avanço na média diária tanto em exportações quanto no lado das importações ao longo do mês de setembro. Com este resultado, a balança comercial registrou um superávit acumulado de US$53,3 em 2017, bem acima do resultado também positivo (de US$36,2 bilhões) registrado no mesmo período do ano anterior.

Deixe seu comentário 0