Brasil: Performance dos Mercados

No Brasil, o índice Bovespa chegou nessa sexta em seu terceiro dia consecutivo de queda, caindo 0,4%. O setor de energia foi o principal algoz do índice, com PETR4 caindo 3,13%. O setor de materiais foi o segundo pior com BRKM5 e KBLN11 liderando as perdas. O dólar desvalorizou frente ao real, fechando em R$ 3,143, mas na semana acumulou ganho de 4 centavos, saindo R$ 3,18 para R$ 3,14. O Volume financeiro na sexta-feira ficou 27% abaixo da média, com um total de R$ 5,2 bilhões.

O Ibovespa encerrou a semana com queda de 1,15%, com performance bem abaixo da que foi vista na semana passada. Nessa semana tivemos o início da divulgação dos resultados do segundo tri, os números foram positivos, porém, dentro do esperado. Além dos resultados, as reuniões do Copom e do FED na próxima semana já estão no embutidas no atual patamar do índice, caso não haja nenhuma surpresa. O mercado espera que o FED mantenha a taxa de juros entre 1% e 1,25% ao ano e que o Copom corte 1% na taxa atual, trazendo a Selic para 9,25% ao ano.

No mês de julho, os três maiores vencedores do IBOV foram RAIL3, RENT3 e BRKM5, com 15,03%, 14,98% e 13,42% de valorização, respectivamente. No lado oposto, a Natura (NATU3) liderou as perdas com 8% de queda no mês.

Gráfico | Variação das ações no Ibovespa no mês de julho

Fonte: ValorPro e BTG Pactual

Deixe seu comentário 0