Você sabia que dá para investir em bolsa sem risco de queda?

Caro Investidor,

Acredito que você esteja ouvindo falar muito de um produto chamado COE (Certificado de operações Estruturadas), o motivo desse artigo é desmistificar esse investimento que para muitos parece algo complexo e exclusivo para grandes fortunas e mostrar quando esta aplicação faz sentido.

Entendendo o COE:

Esse produto é mundialmente conhecido como Notas Estruturadas (Structured Notes), muito difundido no mercado americano devido sua estrutura extremamente versátil. Basicamente é um instrumento que permite o investimento em qualquer ativo financeiro, listado em bolsa de valores ou não e ainda em algumas situações com a garantia de 100% do capital investido.

Mas como isso é possível? Vamos pensar no COE como um produto empacotado, isso quer dizer que ele é formado a partir de uma combinação de ativos e derivativos que combinados possibilitam uma quase infinita possibilidade de características. Montar toda essa operação estruturada não é algo simples. Nessa etapa os bancos de investimentos contam com especialistas que tornam esse processo rápido, simples e entregaram aos seus clientes o produto em um par de cliques, principalmente os bancos digitais.

Os parâmetros de rentabilidade de cada COE são estabelecidos pelo emissor do papel com base nas projeções futuras do ativo índice escolhido, sendo possível apostar tanto na alta quanto na queda dos números. Desse modo, o retorno é definido para cada cenário possível ao fim do contrato de investimento.

Por exemplo: vamos imaginar um COE com prazo de seis meses com capital protegido e que remunera com ganhos de até 20% em uma valorização de uma ação X neste período. O investidor que acredita nos fundamentos deste papel, mas com menos estômago para entrar diretamente no mercado de ações, aplica seu dinheiro neste COE de modo a garantir proteção contra uma turbulência que possa acontecer com este papel no tempo de investimento, mas capturando uma eventual alta que aconteça.

Como ele se encaixa no seu portfolio:

O principal diferencial desse produto é permitir a qualquer investidor o acesso aos mais diversos mercados globais e estratégias de uma maneira prática e segura. Além dos retornos mais atrativos, o investimento em COE também possibilita a diversificação da carteira de investimentos. Mesmo sem grandes conhecimentos sobre o mercado de renda variável é possível investir em diversos ativos que dificilmente seriam acessados de maneira individual.

Outra vantagem é a tributação simplificada, com incidência apenas de Imposto de Renda, independentemente do ativo escolhido. A cobrança obedece à mesma tabela regressiva dos investimentos em renda fixa, reduzindo a alíquota conforme o tempo de aplicação — de 22,5% para aplicações de até 6 meses e 15% para aplicações de mais de dois anos.

Até a próxima,

Jerson Zanlorenzi

Jerson Zanlorenzi:

Jerson Zanlorenzi é responsável pela mesa de derivativos e produtos estruturados do BTG Pactual digital, formado em Administração e Ciências Contábeis pelo IBMEC-RJ, também trabalhou como Sales Trader na Ágora Corretora e estrategista de renda variável na Brasif Gestão.

Artigos relacionados

Deixe seu comentário 0