Renda Variável

Os 4 maiores fatores que movem o Ibovespa neste momento

Prezado Investidor,

Temos recebido muitas perguntas sobre o mercado de ações brasileiro, como ele estaria em relação a fundamentos de preços e quais seriam os principais fatores que podem impactar os próximos movimentos. Fizemos uma divisão em quatro tópicos que consideramos importantes para analisar o Ibovespa, gostaríamos de ressaltar aqui que antes de analisarmos alguns pontos precisamos entender a dinâmica de mercado doméstica.

O Brasil, uma economia emergente, não é diferente de outras que se enquadram nessa categoria que contam com um grau de volatilidade elevado se comparado com as economias desenvolvidas. Isso quer dizer que as previsões de longo prazo se tornam mais difíceis, pois, os mercados emergentes são mais sensíveis as mudanças globais e podem ainda contar com um cenário interno frágil e incerto, como é nosso o caso do Brasil. Como temos reforçado em outros artigos, a diversificação de investimentos pode ser a melhor estratégia para evitar surpresas nos retornos, e buscar ajuda de algum especialista ou assessor pode trazer melhorias consideráveis em seus investimentos. Confira, a seguir, os principais pontos para analisar o Ibovespa agora.

Em termos de preços, os números parecem ser atrativos novamente

Apesar de ainda existir a ameaça de uma temporada de balanços mais fraca, quando se olha para um dos principais indicadores de valuation, o P/L (Preço sobre Lucro), ele parece estar em níveis atrativos. De acordo com estimativas da Bloomberg, o valor projetado para os próximos 12 meses está em torno de 9,5 vezes, valor semelhante aos tempos da profunda recessão econômica vivida durante o último governo Dilma Rousseff.

Apesar dos pesares, o cenário macroeconômico está melhor

Os níveis de alguns dos principais pilares macroeconômicos agora estão em patamares bem diferentes para os mesmos níveis do índice no passado. Temos uma inflação dentro da meta, taxa de juros em níveis historicamente baixos, déficit de conta corrente muito mais estreito e a volta do crescimento do PIB.

Óbvio que não podemos deixar de ressaltar o problema fiscal, mas isso em algum aspecto já parece estar no preço dos ativos como um problema a ser resolvido apenas em 2019. Independentemente de quem seja o vencedor nas próximas eleições, esse tema deverá ser tratado como principal prioridade, ou a máquina pública pode parar.

O fluxo positivo de investimentos em ações começa a retornar

Dados divulgados pela B3 (antiga BMF&BOVESPA) referente a julho indicaram um fluxo de mais de R$ 4 bilhões de entrada no mercado de ações nacional. Apesar disso, essa entrada ainda não é suficiente para compensar as saídas de junho e maio, de R$ 5,9 bilhões e R$ 8,4 bilhões, respectivamente. Precisamos analisar que tivemos alguns eventos específicos nesse período, como a greve nos caminhoneiros e um aumento significativo de turbulências no setor internacional com a guerra comercial entre Estados Unidos e China.

Um movimento positivo reflexo de um novo episódio na série sobre eleição

A decisão dos partidos considerados como o “centrão” de apoiar o candidato a presidência do PSDB, Geraldo Alckmin, considerado por muitos como um candidato pró-mercado, trouxe uma onda de otimismo ao mercado. Esse garante a ele um grande tempo de rádio e televisão, sendo este último, considerado o melhor canal de propaganda, com um tempo estimado entre e 40% dos minutos disponíveis. Claro que isso é apenas um fator dentro de todas as variáveis de uma campanha eleitoral extremamente indefinida como a atual. Neste momento, o mercado está mais  sensível aos resultados das pesquisas de intenção de votos divulgadas e em notícias sobre o  possível candidato do PT.

Jerson Zanlorenzi

Jerson Zanlorenzi:

Jerson Zanlorenzi é responsável pela mesa de derivativos e produtos estruturados do BTG Pactual digital, formado em Administração e Ciências Contábeis pelo IBMEC-RJ, também trabalhou como Sales Trader na Ágora Corretora e estrategista de renda variável na Brasif Gestão.

Posts relacionados

Deixe seu comentário 3

  1. Bom dia.
    Sou investidor do BTG Pactual Digital, e tenho investimentos em fundos de renda fixa e multimercado. Recentemente também comprei dois ativos de renda variável, que foram, CGAS5 e SLCE3. Gostaria de mais apoio nesse segmento de investimento, ou seja, renda variável.
    Dessa forma gostaria de sugestões em ativos de renda variável pra médio e longo prazo. No máximo 5 ativos.
    Desde já agradeço.

    1. Ademilton, tudo bem?

      Sua assessora de investimentos vai entrar em contato para auxiliá-lo no que precisar!

      Muito obrigado.

  2. Bom dia, sou investidor do BTG pactual digital e gostaria de saber quem é meu assessor de investimentos

Você está a um passo para investir com mais segurança e tranquilidade.
Crie sua conta agora


Preencha com seu nome

Preencha com seu e-mail

Preencha com seu telefone

Está com dúvidas? Entre em contato com a gente!

ENTRE EM CONTATO

O Grupo BTG Pactual (“BTG Pactual”) não fornece opiniões jurídicas ou tributárias. Sendo assim, essa apresentação não constitui aconselhamento legal de qualquer natureza. Essa apresentação é um breve resumo de cunho meramente informativo, não configurando análise de valores mobiliários nos termos da Instrução CVM Nº 598, de 03 de maio de 2018, e não tendo como objetivo a consultoria, oferta, solicitação de oferta e/ou recomendação para a compra ou venda de qualquer investimento e/ou produto específico. Embora as informações e opiniões expressas aqui tenham sido obtidas de fontes confiáveis e fidedignas, nenhuma garantia ou responsabilidade, expressa ou implícita é feita a respeito da exatidão, fidelidade e/ou totalidade das informações. Todas as informações, opiniões e valores eventualmente indicados estão sujeitos à alteração sem prévio aviso. Ressaltamos também, que as opiniões expressas neste material refletem a opinião do respectivo profissional convidado e não necessariamente expressam a opinião do BTG Pactual, não devendo ser tratadas como tal. As informações contidas nesta apresentação não podem ser consideradas como única fonte de informações no processo decisório do investidor, que, antes de tomar qualquer decisão, deverá realizar uma avaliação minuciosa do produto e respectivos riscos, face aos seus objetivos pessoais e ao seu perfil de risco ("Suitability"). Para maiores informações, acesse www.btgpactualdigital.com

Os riscos da operação com títulos de renda fixa (CDB, LCI e LCA) estão na capacidade de o emissor honrar a dívida; na impossibilidade de venda do título ou na ausência de investidores interessados em adquiri-lo; e na possibilidade de variação da taxa de juros e dos indexadores. É importante a adequada compreensão da natureza, forma de rentabilidade e riscos dos títulos de renda fixa antes da sua aquisição. CDB, LCI e LCA contam com a garantia do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), que garante a devolução do principal investido acrescido de juros referente a rendimentos, na hipótese da incapacidade de pagamento da instituição financeira, de até R$ 250 mil reais por CPF e por instituição financeira, considerando o limite de garantia de R$ 1 milhão para cada período de quatro anos.

FUNDOS DE INVESTIMENTO NÃO CONTAM COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA. E recomendada a leitura cuidadosa do Formulário de Informações Complementares e Regulamento do Fundo de Investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos.

Ressaltamos que as opiniões e projeções referente COE, aqui apresentadas representam a opinião da área Structured Products do BTG Pactual, mas não necessariamente a opinião institucional do BTG Pactual, podendo o BTG Pactual, suas subsidiárias e/ou seus empregados podem, eventualmente, possuir uma posição comprada ou vendida, atuar em nome próprio e/ou como coordenador ou agente em operações envolvendo ações ou demais investimentos relevantes. COE NÃO CONTA COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA.

Os regulamentos completos dos Planos de Previdência da BTG Pactual Vida e Previdência S/A deverão ser lidos previamente a sua contratação. Os direitos e obrigações das partes estão definidos na Proposta e nos Regulamentos do plano contratado. É recomendada a leitura cuidadosa do regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos. O registro do plano na Susep não implica, por parte da autarquia, incentivo ou recomendação de comercialização. O Participante/Segurado poderá consultar a situação cadastral de seu corretor de seguros no site www.susep.gov.br, por meio do número de seu registro na Susep, nome completo, CNPJ ou CPF. BTG Pactual Vida e Previdência S/A - CNPJ: 19.449.767/0001-20. Processos SUSEP PGBL: 15414.901924/2014-44 e VGBL: 15414.901922/2014-55.

Fundos de investimento não contam com garantia do administrador do fundo, do gestor da carteira, de qualquer mecanismo de seguro ou, ainda, do fundo garantidor de créditos FGC. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de rentabilidade futura. É recomendada a leitura cuidadosa do prospecto e regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos. Os investidores devem estar preparados para aceitar os riscos inerentes aos diversos mercados em que os fundos atuam e, consequentemente, possíveis variações no patrimônio investido. Os produtos e serviços aqui mencionados podem não estar disponíveis em todas as jurisdições ou para determinadas categorias de investidores. Adicionalmente, a legislação e regulamentação de proteção a investidores de determinadas jurisdições/países, pode não se aplicar a produtos e serviços registrados em outras jurisdições/países, sujeitos à legislação e regulamentação respectivamente aplicáveis, além de previsões contratuais específicas.

Anbima Anbima