Desde 2014, o Ibovespa vem passando por uma grande dose de emoção, com o cenário econômico e político do Brasil influenciando fortemente as reações do mercado financeiro. De lá para cá, contamos com a reeleição da Dilma Rousseff, seu posterior impeachment, a aprovação do teto dos gastos, a delação premiada do Joesley Batista e, agora, um novo ciclo eleitoral. Nesse cenário, de agosto de 2014 até julho deste ano, o Ibovespa acumula uma alta de 39,93%, enquanto o fundo de ações da Moat Capital (Moat Capital FIC FIA), distribuído no BTG Pactual digital, se valorizou 129,81%. Pensando nessa forte rentabilidade, conversamos com a gestora para entender um pouco mais sobre qual o segredo deste resultado.

Inscreva-se em nossa newsletter

Preencha com um e-mail válido

Inscrição concluída com sucesso!

“Não dependemos de um caso de investimento, mas de um processo”, resume Adriano Leite, responsável pelo Relacionamento com Investidores da asset. Para o sócio da casa, o processo de investimento é o que justifica os números robustos nos últimos anos. “Buscamos aprofundar e entender como a empresa que investimentos ganha e perde dinheiro, suas variáveis e eventuais pontos que o mercado pode estar negligenciando”, completa.

Assim, o principal critério para investir é buscar papéis com assimetrias que o mercado possa não estar atento e que tenham boa liquidez no mercado. Atualmente, o papel que ocupa o maior espaço na carteira da Moat é o Banco do Brasil (BBAS3). Adicionalmente, a gestora não conta com restrições de setores que não investe, preferindo observar as empresas individualmente.

Entre os casos de sucesso, um dos mencionados por Adriano é o Magazine Luiza (MGLU3): a varejista passou por fortíssima alta nos últimos meses. Já no cenário pré-impeachment, os investimentos da casa eram mais defensivos, com alta posição em caixa em meio a um cenário mais complicado para a renda variável, enquanto agora a tese de investimentos foi alterada.

Atualmente, a Moat acredita que a economia brasileira vive um ciclo de alta, com um pano de fundo favorável ao mercado. “Estamos em um ciclo de alta, com receitas crescendo, expansão da bolsa, PIB para cima, CDI em seu mínimo histórico, com uma dinâmica favorável. As próximas eleições podem trazer um resultado que prolongue essa tendência, a reduzam ou promovam uma ruptura, mas acreditamos em um viés positivo”, relata.

Posts relacionados

Deixe seu comentário 1

Você está a um passo para investir com mais segurança e tranquilidade.
Crie sua conta agora


Preencha com seu nome

Preencha com seu e-mail

Preencha com seu telefone

Está com dúvidas? Entre em contato com a gente!

ENTRE EM CONTATO

O Grupo BTG Pactual (“BTG Pactual”) não fornece opiniões jurídicas ou tributárias. Sendo assim, essa apresentação não constitui aconselhamento legal de qualquer natureza. Essa apresentação é um breve resumo de cunho meramente informativo, não configurando análise de valores mobiliários nos termos da Instrução CVM Nº 598, de 03 de maio de 2018, e não tendo como objetivo a consultoria, oferta, solicitação de oferta e/ou recomendação para a compra ou venda de qualquer investimento e/ou produto específico. Embora as informações e opiniões expressas aqui tenham sido obtidas de fontes confiáveis e fidedignas, nenhuma garantia ou responsabilidade, expressa ou implícita é feita a respeito da exatidão, fidelidade e/ou totalidade das informações. Todas as informações, opiniões e valores eventualmente indicados estão sujeitos à alteração sem prévio aviso. Ressaltamos também, que as opiniões expressas neste material refletem a opinião do respectivo profissional convidado e não necessariamente expressam a opinião do BTG Pactual, não devendo ser tratadas como tal. As informações contidas nesta apresentação não podem ser consideradas como única fonte de informações no processo decisório do investidor, que, antes de tomar qualquer decisão, deverá realizar uma avaliação minuciosa do produto e respectivos riscos, face aos seus objetivos pessoais e ao seu perfil de risco ("Suitability"). Para maiores informações, acesse www.btgpactualdigital.com

Os riscos da operação com títulos de renda fixa (CDB, LCI e LCA) estão na capacidade de o emissor honrar a dívida; na impossibilidade de venda do título ou na ausência de investidores interessados em adquiri-lo; e na possibilidade de variação da taxa de juros e dos indexadores. É importante a adequada compreensão da natureza, forma de rentabilidade e riscos dos títulos de renda fixa antes da sua aquisição. CDB, LCI e LCA contam com a garantia do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), que garante a devolução do principal investido acrescido de juros referente a rendimentos, na hipótese da incapacidade de pagamento da instituição financeira, de até R$ 250 mil reais por CPF e por instituição financeira, considerando o limite de garantia de R$ 1 milhão para cada período de quatro anos.

FUNDOS DE INVESTIMENTO NÃO CONTAM COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA. E recomendada a leitura cuidadosa do Formulário de Informações Complementares e Regulamento do Fundo de Investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos.

Ressaltamos que as opiniões e projeções referente COE, aqui apresentadas representam a opinião da área Structured Products do BTG Pactual, mas não necessariamente a opinião institucional do BTG Pactual, podendo o BTG Pactual, suas subsidiárias e/ou seus empregados podem, eventualmente, possuir uma posição comprada ou vendida, atuar em nome próprio e/ou como coordenador ou agente em operações envolvendo ações ou demais investimentos relevantes. COE NÃO CONTA COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA.

Os regulamentos completos dos Planos de Previdência da BTG Pactual Vida e Previdência S/A deverão ser lidos previamente a sua contratação. Os direitos e obrigações das partes estão definidos na Proposta e nos Regulamentos do plano contratado. É recomendada a leitura cuidadosa do regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos. O registro do plano na Susep não implica, por parte da autarquia, incentivo ou recomendação de comercialização. O Participante/Segurado poderá consultar a situação cadastral de seu corretor de seguros no site www.susep.gov.br, por meio do número de seu registro na Susep, nome completo, CNPJ ou CPF. BTG Pactual Vida e Previdência S/A - CNPJ: 19.449.767/0001-20. Processos SUSEP PGBL: 15414.901924/2014-44 e VGBL: 15414.901922/2014-55.

Fundos de investimento não contam com garantia do administrador do fundo, do gestor da carteira, de qualquer mecanismo de seguro ou, ainda, do fundo garantidor de créditos FGC. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de rentabilidade futura. É recomendada a leitura cuidadosa do prospecto e regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos. Os investidores devem estar preparados para aceitar os riscos inerentes aos diversos mercados em que os fundos atuam e, consequentemente, possíveis variações no patrimônio investido. Os produtos e serviços aqui mencionados podem não estar disponíveis em todas as jurisdições ou para determinadas categorias de investidores. Adicionalmente, a legislação e regulamentação de proteção a investidores de determinadas jurisdições/países, pode não se aplicar a produtos e serviços registrados em outras jurisdições/países, sujeitos à legislação e regulamentação respectivamente aplicáveis, além de previsões contratuais específicas.

Anbima Anbima