Renda Fixa

LCI e LCA: o que são, rendimento e como investir

É comum que investidores iniciantes e até alguns mais experientes possuam um perfil conservador. Ou seja, pouco arrojado no que diz respeito aos riscos que o seu dinheiro pode correr enquanto investido e sempre pensando em uma curva sólida de rentabilidade positiva. Melhor ainda se o retorno em cima do valor investido puder ser medido logo no momento da aplicação, gerando mais segurança para quem investe. E a esse tipo de investimento damos o nome de renda fixa.

Existem diversos modelos de investimentos em renda fixa, tendo todos em comum baixas taxas de administração, poucos riscos e garantia de rentabilidade. Entre as opções estão títulos públicos, como títulos do Tesouro, CDB, LCIs e LCAs.

No post de hoje vamos falar sobre o que são as LCIs e LCAs, explicar por que investir nesses títulos, sua rentabilidade, riscos e outros. Vamos lá?

O que são LCIs e LCAs?

LCI é a abreviação de Letras de Crédito Imobiliário, um título criado para apoiar a criação de crédito imobiliário no país. LCA, do mesmo modo, é a abreviação para Letras de Crédito do Agronegócio e atua de modo muito parecido, ou seja, é um título de crédito para o setor do agronegócio no Brasil.

Como funcionam os LCIs e LCAs?

Os títulos funcionam da seguinte maneira: são emitidos por bancos com o objetivo de captar recursos financeiros destinados a empréstimos, que serão oferecidos tanto para o setor imobiliário quanto para o agronegócio.

A grosso modo, você empresta dinheiro para que o banco possa emprestar dinheiro e, em troca disso, recebe o valor aplicado mais um rendimento pré-estabelecido na hora da compra deste título. Ambos os títulos podem ser atrelados ao CDI, uma taxa de juros interbancária cujo valor tornou-se referência nacional para rendimentos diversos.

LCIs e LCAs: aplicação mínima

A aplicação mínima permitida em um LCI ou LCA depende do banco ou corretora em que você fizer a compra do seu título, mas é comum que os valores variem entre R$ 5 mil e R$ 30 mil. Não existe um órgão regulador para a estipulação de um valor mínimo no país.

Em termos práticos, o valor mínimo para uma aplicação está intimamente ligado com o perfil do investidor

Investir em LCI e LCA é seguro?

Um dos grandes atrativos das LCIs e LCAs é o fato de que esses investimentos são protegidos pelo FGC, uma instituição privada que, no Brasil, assegura até R$ 250 mil ao investidor em caso de dissolução do banco ou corretora que ofereceu o título para compra.

Para ter sua aplicação em renda fixa protegida pelo FGC, não existe nenhuma taxa de administração, nem na compra e nem no reembolso.

Rendimento de LCI e LCA

Por serem títulos de baixo risco, os rendimentos das letras de crédito são quase sempre positivos. Mas esses rendimentos dependem das taxas de juros às quais eles estão atrelados, e para os casos de LCI e LCA, existem duas modalidades:

Rendimentos prefixados

São os rendimentos cujo valor final está pré-estabelecido porque a taxa a que eles estão atrelados é fixa.

Ou seja, se um LCI rende 9,9% ao ano e sua aplicação inicial é de R$ 25.000,00, após 12 meses, o investidor poderá resgatar R$ 27.475,00.

Rendimentos pós-fixados

São rendimentos cujo valor do resgate está atrelado a uma taxa variável, como o CDI ou o IPCA, por exemplo.

Isso significa que, se um LCI rende 92% do CDI, o valor final só será conhecido na data de seu vencimento, visto que o CDI pode estar maior ou menor do que estava quando o título foi comprado.

Como investir em LCI e LCA

Para investir em LCI ou LCA basta que você procure uma corretora ou banco de investimentos de sua preferência.

No BTG Pactual digital, basta você abrir a sua conta, escolher as opções “Aplicar > Renda Fixa” em seu dashboard pessoal e escolher alguma das opções de LCI ou LCA. Simples assim!

Liquidez

Antes de escolher seu título preferido, vale lembrar que prestar atenção ao vencimento é muito importante, visto que as LCIs e LCAs não possuem liquidez diária — ou seja, só podem ser resgatadas após vencimento pré-estabelecido.

LCI/LCA x CDB

Os CDBs (Certificado de Depósito Bancário), assim como as Letras de Crédito Imobiliário e do Agronegócio, também são títulos de renda fixa com alto grau de segurança para quem investe.

Para entender melhor, os CDBs funcionam da seguinte maneira: para poder emitir empréstimos diariamente, os bancos precisam, também, tomar dinheiro emprestado, e investir em um CDB é emprestar, a prazo, dinheiro aos bancos. Eles utilizam esse dinheiro em suas operações e retornam ao investidor o mesmo valor + a taxa de juros a qual esse título está atrelado, podendo ser pré ou pós fixada.

Sendo os rendimentos de um CDB também subordinados ao CDI ou a uma taxa fixa anual, assim como as LCIs e LCAs a escolha entre esses dois investimentos depende do perfil do investidor e de suas necessidades.

Isso porque a maior diferença entre eles é que a maioria dos CDBs possuem liquidez diária, diferentemente das LCIs e LCAs, então se você precisar do dinheiro investido em curto prazo, um CDB pode ser a melhor opção.

Assim como as LCIs e LCAs, o CDB também é garantido pelo FGC em até R$ 250 mil por CPF e Instituição.

Além disso, em aplicações como o CDB, o Imposto de Renda sobre os rendimentos é de 22,5% a 15%, de um tempo de aplicação inferior a 180 dias a um superior a 720 dias, enquanto LCI e LCA são isentas de IR.

LCI/LCA x Poupança

A poupança é o investimento mais procurado pelos brasileiros. Por ser muito seguro e difundido culturalmente, o investimento em poupança nem sempre passa por uma análise criteriosa e muitos investidores não sabem o quanto estão deixando de ganhar ao investir em uma poupança e não em títulos de renda fixa.

O rendimento da poupança está sempre atrelado a taxa Selic, que é a taxa de juros básica no Brasil. Se a Selic ultrapassar 8.5% ao ano, o rendimento da poupança estará em 6% a.a. + Taxa Referencial (TR).

Tanto LCI e LCA como a poupança são isentas de IR e apresentam a mesma garantia do FGC.

LCI/LCA x Tesouro Direto

Tesouro Direto é o programa do Tesouro Nacional criado com o objetivo de tornar mais democrático o acesso aos investimentos em títulos públicos por parte dos cidadãos. O funcionamento é muito parecido com o de títulos privados, mas, nesse caso, ao invés de emprestar dinheiro a um banco, você empresta ao próprio governo, que usa esses investimentos para financiar programas de desenvolvimento do país e dívidas públicas.

O atrativo dos títulos do TD está no fato de serem todos ativos de renda fixa de maior segurança do mercado, sendo todos 100% garantidos pelo Tesouro Nacional. E mais: você pode começar a investir com apenas R$ 30,00!

Assim como os demais fundos de renda fixa, os títulos do Tesouro podem ser pré ou pós fixados, e podem ser indexados a diferentes taxas. São eles:

Tesouro Selic

O Tesouro Selic nada mais é que um título público pós-fixado cuja rentabilidade está sempre ligada a taxa SELIC.

Sua liquidez é diária, mas seus rendimentos tendem a ser os menores da carteira de títulos do Tesouro Nacional.

Tesouro Prefixado

O Tesouro Prefixado é um investimento mais conservador, onde o investidor sabe exatamente qual será o valor do seu resgate no dia de seu vencimento. Mas ainda diferente dos títulos prefixados privados.

Funciona da seguinte maneira: mantendo o dinheiro aplicado até seu vencimento, cada título valerá R$ 1 mil (ou o proporcional disso caso você tenha adquirido apenas uma fração de título), e sua rentabilidade estará representada pela diferença entre esse valor e o que foi pago em sua compra.

Vale a pena quando a taxa prefixada estabelecida na compra do título se mantém maior que a taxa de juros básica às quais os outros títulos públicos estão atrelados, caso contrário, seu rendimento será menor.

Tesouro IPCA

Esse título tem como atrativo garantir o poder de compra do seu dinheiro por estar sujeito ao índice IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), ou seja, a variação da inflação. Sua rentabilidade está atrelada, ainda, a uma taxa de juros contratada prefixada.

O Tesouro IPCA é um título recomendado a quem deseja um investimento de longo prazo, como aposentadoria e outros.

LCI e LCA possuem Taxa de Administração?

Nem LCIs e nem LCAs possuem taxas de administração.

Isso porque, sendo os títulos empréstimos que você faz às instituições financeiras, não seria justo cobrar pela administração desse dinheiro, não é mesmo?

LCI e LCA: curto ou longo prazo?

A resposta para essa pergunta depende do que você pretende fazer com o dinheiro investido.

Em geral, os investimentos em Letras de Crédito só possuem liquidez no vencimento e, geralmente, o vencimento mínimo é de 3 meses, então vale dizer que se você precisará desse dinheiro em um espaço de tempo muito curto, é melhor procurar por outros títulos.

Se a sua necessidade é curto prazo e não exige um rendimento muito grande, investir em uma LCI com vencimento para 3 ou 6 meses pode ser um bom negócio.

Como a LCA e a LCI são tributados?

Assim como não possuem taxas de administração, as LCIs e LCAs também são livres de Imposto de Renda e não possuem nenhuma tributação em cima de seu rendimento!

LCI no BTG Pactual digital

No BTG Pactual digital, você investe em renda fixa sem taxas com apenas 5 passos:

  1. Abra a sua conta.
  2. Descubra o seu perfil de investidor e os melhores produtos para você com a ajuda da nossa equipe de assessores
  3. Acesse sua conta com seu CPF e senha
  4. Menu “Investimentos” > Aplicar > Renda Fixa
  5. Verifique as opções de LCI e LCA na lista de produtos e pronto, você já é um investidor!

Você já conhece o BTG Pactual digital? Abra a sua conta!

A abertura de conta é gratuita e 100% online!

Em 5 minutos você faz o seu cadastro e, logo após a aprovação, você já está pronto para começar a investir com o apoio do nosso qualificado time de assessores de investimento.

O atendimento é personalizado para você tirar todas as suas dúvidas antes, durante e depois de investir.

CTA_abra_sua_conta

Deixe seu comentário 8

  1. Olá! Gostaria de saber qual a porcentagem que vocês cobram pelos serviços, caso abra uma conta com vocês para investir em tesouro direto.

    1. Viviane, tudo bem?
      Para investir na nossa plataforma de títulos do Tesouro Direto, não cobraremos taxas adicionais de administração, apenas a taxa de custódia exigida por lei pela CBLC (Companhia Brasileira de Liquidação e Custódia), de 0,3% ao ano. Abs!

  2. Como faço pra saber se tem disponibilidade de LCI/LCA, antes de todo o trâmite burocrático de abertura da conta ?

  3. Olá. Possuo algumas letras de credito do banco btg pactual com liquidez somente no vencimento. Eu gostaria de saber se vocês negociam esse titulo no mercado secundário?

    1. Olá, Frank

      Infelizmente não negociamos esses papéis no mercado secundário.

      Muito obrigado!

Posts relacionados

Você está a um passo para investir com mais segurança e tranquilidade.
Crie sua conta agora


Preencha com seu nome

Preencha com seu e-mail

Preencha com seu telefone

Está com dúvidas? Entre em contato com a gente!

ENTRE EM CONTATO

O Grupo BTG Pactual (“BTG Pactual”) não fornece opiniões jurídicas ou tributárias. Sendo assim, essa apresentação não constitui aconselhamento legal de qualquer natureza. Essa apresentação é um breve resumo de cunho meramente informativo, não configurando análise de valores mobiliários nos termos da Instrução CVM Nº 598, de 03 de maio de 2018, e não tendo como objetivo a consultoria, oferta, solicitação de oferta e/ou recomendação para a compra ou venda de qualquer investimento e/ou produto específico. Embora as informações e opiniões expressas aqui tenham sido obtidas de fontes confiáveis e fidedignas, nenhuma garantia ou responsabilidade, expressa ou implícita é feita a respeito da exatidão, fidelidade e/ou totalidade das informações. Todas as informações, opiniões e valores eventualmente indicados estão sujeitos à alteração sem prévio aviso. Ressaltamos também, que as opiniões expressas neste material refletem a opinião do respectivo profissional convidado e não necessariamente expressam a opinião do BTG Pactual, não devendo ser tratadas como tal. As informações contidas nesta apresentação não podem ser consideradas como única fonte de informações no processo decisório do investidor, que, antes de tomar qualquer decisão, deverá realizar uma avaliação minuciosa do produto e respectivos riscos, face aos seus objetivos pessoais e ao seu perfil de risco ("Suitability"). Para maiores informações, acesse www.btgpactualdigital.com

Os riscos da operação com títulos de renda fixa (CDB, LCI e LCA) estão na capacidade de o emissor honrar a dívida; na impossibilidade de venda do título ou na ausência de investidores interessados em adquiri-lo; e na possibilidade de variação da taxa de juros e dos indexadores. É importante a adequada compreensão da natureza, forma de rentabilidade e riscos dos títulos de renda fixa antes da sua aquisição. CDB, LCI e LCA contam com a garantia do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), que garante a devolução do principal investido acrescido de juros referente a rendimentos, na hipótese da incapacidade de pagamento da instituição financeira, de até R$ 250 mil reais por CPF e por instituição financeira, considerando o limite de garantia de R$ 1 milhão para cada período de quatro anos.

FUNDOS DE INVESTIMENTO NÃO CONTAM COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA. E recomendada a leitura cuidadosa do Formulário de Informações Complementares e Regulamento do Fundo de Investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos.

Ressaltamos que as opiniões e projeções referente COE, aqui apresentadas representam a opinião da área Structured Products do BTG Pactual, mas não necessariamente a opinião institucional do BTG Pactual, podendo o BTG Pactual, suas subsidiárias e/ou seus empregados podem, eventualmente, possuir uma posição comprada ou vendida, atuar em nome próprio e/ou como coordenador ou agente em operações envolvendo ações ou demais investimentos relevantes. COE NÃO CONTA COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA.

Os regulamentos completos dos Planos de Previdência da BTG Pactual Vida e Previdência S/A deverão ser lidos previamente a sua contratação. Os direitos e obrigações das partes estão definidos na Proposta e nos Regulamentos do plano contratado. É recomendada a leitura cuidadosa do regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos. O registro do plano na Susep não implica, por parte da autarquia, incentivo ou recomendação de comercialização. O Participante/Segurado poderá consultar a situação cadastral de seu corretor de seguros no site www.susep.gov.br, por meio do número de seu registro na Susep, nome completo, CNPJ ou CPF. BTG Pactual Vida e Previdência S/A - CNPJ: 19.449.767/0001-20. Processos SUSEP PGBL: 15414.901924/2014-44 e VGBL: 15414.901922/2014-55.

Fundos de investimento não contam com garantia do administrador do fundo, do gestor da carteira, de qualquer mecanismo de seguro ou, ainda, do fundo garantidor de créditos FGC. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de rentabilidade futura. É recomendada a leitura cuidadosa do prospecto e regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos. Os investidores devem estar preparados para aceitar os riscos inerentes aos diversos mercados em que os fundos atuam e, consequentemente, possíveis variações no patrimônio investido. Os produtos e serviços aqui mencionados podem não estar disponíveis em todas as jurisdições ou para determinadas categorias de investidores. Adicionalmente, a legislação e regulamentação de proteção a investidores de determinadas jurisdições/países, pode não se aplicar a produtos e serviços registrados em outras jurisdições/países, sujeitos à legislação e regulamentação respectivamente aplicáveis, além de previsões contratuais específicas.

Anbima Anbima