Banco de Investimentos: o que é e quais operações realiza?

Alguns termos do mercado financeiro confundem o leitor que está ingressando em um universo novo de aplicações, juros compostos e renda fixa e variável. Um deles é o “banco de investimentos”, que pode ser confundido com o banco comercial ou o banco múltiplo.

Neste post, você vai entender qual é a função e quais são as principais funções e operações dessa instituição financeira.

Você vai saber mais sobre os seguintes tópicos:

  • Como funciona um banco de investimentos
  • Qual é o papel de um banco de investimentos
  • Diferença entre os tipos de bancos no Brasil
  • Como surgiram os bancos de investimentos
  • Quais sãos os principais agentes e as instituições financeiras do país.

O que é um banco de investimentos?

Antes de tudo, é importante entender o que são os intermediários financeiros, que viabilizam o funcionamento do Sistema Financeiro Nacional. Eles são a ligação entre os investidores e os tomadores de empréstimos.

Bancos são intermediários financeiros regulados pelo Banco Central do Brasil. Têm a função de obter recursos de investidores que dispõem de dinheiro sobrando e os emprestar para quem precisa. Por esse tipo de operação, recebem comissão e juros, que são conhecidos no mercado como o “spread bancário”.

Conforme o Banco Central, os bancos de investimento são instituições financeiras privadas especializadas em operações de participação societária de caráter temporário, de financiamento de atividades produtivas e de administração de recursos de terceiros.

Os bancos de investimentos devem ser constituídos como sociedades anônimas. Em sua denominação social, devem trazer a expressão “Banco de Investimento”.

Essas instituições financeiras não oferecem conta corrente, como os bancos múltiplos. Captam recursos por meio de depósitos a prazo, repasses de recursos externos, internos e venda de cotas de fundos de investimento.

De acordo com a Resolução 2.624, de 1999, do Conselho Monetário Nacional, as principais operações ativas dos bancos de investimentos são financiamento de capital fixo e de giro, subscrição ou aquisição de valores e títulos, depósitos interfinanceiros e repasses de empréstimos externos.

Qual o papel de um banco de investimentos?

O papel de um banco de investimentos é de fomentar o investimento em suas mais variadas formas. Trata-se de uma instituição financeira que pode trabalhar diretamente com as empresas, para, facilitar a emissão de debêntures e até a abertura de seu capital na Bolsa de Valores.

Um banco de investimentos, também conhecido pela sigla BI, é uma instituição privada que se especializa em operações de participação e financiamento de médio a longo prazo.

Constituídos como sociedades anônimas, devem trazer a denominação “Banco de Investimentos” em seu nome.

Diferentemente dos bancos múltiplos, os BIs não podem captar recursos com depósitos em contas correntes ou aplicações na poupança.

A tomada de recursos se dá pela emissão de Certificados de Depósitos Bancários e Recibos de Depósitos Bancários, vendas de títulos e cotas em fundos de investimento e repasses de recursos internos e externos.

Esses recursos captados são alocados em financiamentos e empréstimos para a subscrição de debêntures e ações e para a compra de bens de capital por companhias.

No Brasil, os bancos de investimentos sofrem restrições em aplicações no setor estatal e não podem aplicar em empreendimentos imobiliários, a não ser através de Certificados de Recebíveis Imobiliários, que são oferecidos como títulos.

Diferença entre banco de investimentos e banco comum

Mesmo que não sejam tão perceptíveis para o cliente ou para quem está de fora do mercado financeiro, existem diferenças entre bancos de investimentos, bancos comerciais e bancos múltiplos.

 

As definições abaixo são do Banco Central do Brasil.

 

Banco Comercial: Pode ser uma instituição pública ou privada que tem como objetivo proporcionar os recursos para financiar, a curto e médio prazos, o comércio, a indústria, as empresas prestadoras de serviços, as pessoas físicas e terceiros em geral. A captação de depósitos à vista é atividade típica do banco comercial.

 

Bancos de investimentos: Os bancos de investimento são instituições privadas especializadas em operações de participação societária de caráter temporário, de financiamento da atividade produtiva para capital de giro e fixo e de administração de recursos. Não podem oferecer captação de depósito à vista (conta corrente).

 

Bancos múltiplos: Os bancos múltiplos são a maioria dos bancos no Brasil. São aquelas instituições que possuem, pelo menos, duas carteiras, normalmente a comercial e a de investimentos. Essas operações estão sujeitas às mesmas normas das instituições singulares correspondentes às suas carteiras. As instituições financeiras com carteira comercial têm a possibilidade de receber depósitos à vista.

Serviços/Operações realizadas pelos bancos de investimento

Confira abaixo as principais operações e os serviços realizados pelos bancos de investimentos no país, de acordo com as atribuições definidas pelo Banco Central do Brasil:

  • Operações com participação societária
  • Financiamento de atividades relacionadas à produção para suprimento de capital (de giro e fixo)
  • Assessoria financeira
  • Administração de capital de terceiros
  • Empréstimos de médio e longo prazo
  • Aquisição de valores e títulos mobiliários
  • Operação de Subscrição de Ações ou IPO
  • Emissão de títulos, como CDB (Certificado de Depósito Bancário) e RDB (Recibo de Depósito Bancário)
  • Emissão de debêntures
  • Administração e venda de cotas de fundos de investimentos
  • Depósitos interfinanceiros
  • Repasses de empréstimos externos.

Como surgiram os bancos de investimentos

O termo “banco de investimentos” vem do inglês “Investment banking”. Essa denominação ganhou forma após a crise da Bolsa de Nova York de 1929, quando houve uma separação por lei dos bancos nos Estados Unidos.

Para proteger os depósitos dos correntistas, a lei fez distinção entre bancos de investimentos e bancos comerciais ou varejistas.

No Brasil, a reforma do sistema financeiro da década de 1960 regulamentou os primeiros bancos de investimentos.

Hoje, são instituições sólidas que servem como um dos principais pilares do sistema financeiro.

De olho na recuperação da economia brasileira, os bancos de investimento começaram 2017 com o pé direito.

No primeiro trimestre, os ganhos com comissões dos bancos que atuam no Brasil somaram US$ 135,5 milhões, de acordo com dados da consultoria Dealogic, obtidos pelo Estadão.

A receita com comissões dobrou em relação ao mesmo período de 2016. No primeiro trimestre do ano passado, esse montante chegou a US$ 56,8 milhões.

Como funciona o mercado financeiro

O mercado é um ambiente de compra e venda de valores mobiliários. Nesses valores, entram títulos, câmbio, ações, ouro, produtos agrícolas, entre outros.

As negociações são facilitadas por agentes, que fazem o intermédio das transações, supervisionadas por instituições regulamentadoras.

O investidor é aquele que dispõe de dinheiro e que deseja aplicá-lo para, no fim das contas, obter valorização.

Existem muitos caminhos para essa aplicação, mas a ideia central é a mesma: o dinheiro é destinado a uma finalidade, que oferece um retorno com diretrizes acordadas previamente pelas partes envolvidas.

Na renda fixa, o investidor pode projetar a rentabilidade na hora da aplicação: ele saberá se o dinheiro vai se valorizar de forma prefixada, com um juro anual definido, pós-fixada, atrelada a um indicador, ou híbrida, pagando um juro fixo mais a variação de um índice de preços.

Na renda variável, no entanto, não existe uma garantia de retorno. Um investimento em ações de uma empresa na bolsa de valores pode se valorizar ou desvalorizar, dependendo do caso.

Se há investidores dispostos a oferecer dinheiro, na outra ponta do mercado existem os tomadores de recursos.

Eles podem ser empresas ou pessoas que buscam dinheiro para fins como pagamentos de dívidas, financiamento de materiais de trabalho, etc.

Com a aproximação dos agentes, o mercado permite o fluxo da economia.

Vamos a um exemplo prático?

Você aplica R$ 20.000,00 em um CDB (Certificado de Depósito Bancário) oferecido por um banco de investimentos. A sua compensação será, ao vencimento do título, juros prefixados definidos pela instituição emissora do título.

Outra pessoa ou instituição procura esse banco de investimentos para solicitar um financiamento de R$ 20.000,00 para cobrir parte do valor do maquinário que ela está adquirindo para a empresa.

Assim, o banco empresta esse dinheiro ao tomador de recursos cobrando uma taxa superior àquela que está pagando para o investidor.

Dessa forma, essas duas pontas da economia se conectam pelo mercado financeiro, que oferece a ponte necessária para a transação.

Entenda o sistema financeiro nacional

Além dos bancos de investimento, há muitos termos que podem amedrontar o investidor de primeira viagem, que está dando seus primeiros passos nessa jornada de aplicações. Conheça alguns deles:

Autoridades monetárias

Conselho Monetário Nacional: trata-se do conselho de política econômica do país, o responsável pela definição das linhas de atuação da política monetária, creditícia e cambial.

Banco Central do Brasil: também chamado de Bacen, o Banco Central é o órgão responsável pela execução das normas que regulam o Sistema Financeiro Nacional. Ele é o banco dos bancos, o emissor da moeda, o gestor do sistema e executor das políticas públicas talhadas pelo Conselho Monetário.

Autoridades de apoio

Comissão de Valores Mobiliários: conhecida popularmente apenas como CVM, a comissão é um órgão voltado ao mercado de debêntures e ações. Encontra-se vinculada ao Governo Federal. Seu objetivo é fortalecer e supervisionar o mercado de ações.

Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social: Esse banco é responsável pela política de investimentos e pela gestão de processos de privatizações. Tem, como objetivos, impulsionar o desenvolvimento econômico, promover exportações e reduzir desigualdades.

Caixa Econômica Federal: o banco estatal assume função de financiamento habitacional e saneamento básico.

Maior banco de investimentos independente da América Latina

Em 2009, o Banco BTG Pactual deu o pontapé inicial em suas operações como o maior banco de investimentos independente baseado em mercado emergentes.

O BTG Pactual é um resultado da compra de 100% das ações do UBS Pactual pela companhia de investimentos BTG.

Agora, com mais de 30 anos de experiência e tradição, o BTG Pactual atua nos mercados de Investment Banking, Corporate Lending, Sales & Trading, Wealth Management e Asset Management.

Em 2016, a instituição financeira lançou sua plataforma digital, o BTG Pactual digital, que reafirma o seu DNA de excelência em gestão de investimentos, agora de forma mais acessível para os investidores.

Conclusão

Viu? Os bancos de investimento fazem parte de sua vida, mesmo que indiretamente, há bastante tempo.

E é importante conhecer termos como esse, agora que você está lidando mais de perto com o mercado financeiro e se interessando pela educação em investimentos.

Esse tipo de atitude pode fazer a diferença na sua vida e na projeção de sua realidade financeira nos próximos cinco, 10 e 20 anos.

Que tal então conhecer de perto um banco de investimento e ver o que ele pode fazer pela sua vida financeira e pelas suas aplicações?

Neste artigo, você encontrou algumas opções de aplicações em renda fixa que servem para começar a aplicar de forma segura e sustentável.

No BTG Pactual digital, você pode aplicar ainda em muitos fundos de investimento que oferecem rentabilidades atrativas e a confiança de uma instituição sólida, que conta com excelentes profissionais que o ajudarão a cuidar bem do seu patrimônio.

Com a Selic em trajetória de queda e a inflação sob controle, a tendência é que a possibilidade dos altos retornos fique mesmo com a renda variável.

E aí você sabe: é melhor saber onde se posicionar e onde colocar o seu dinheiro, pois movimentos errados podem custar caro.

Por isso, no BTG Pactual digital, você tem toda a assistência de um time de profissionais que vai auxiliá-lo passo a passo para tomar as melhores decisões financeiras para garantir um futuro tranquilo e uma aposentadoria confortável para você para sua família.

Ficou curioso para conhecer as opções de fundos, aplicações em previdência privada e mais alternativas em renda fixa? Então acesse o site com o catálogo de produtos e serviços do BTG Pactual digital.

Restou alguma dúvida sobre o papel dos bancos de investimento e como eles podem ajudá-lo? Deixe um comentário.

Deixe seu comentário 4

  1. boa noite, eu ate julho terei um dinheiro para receber de uma herança o valor esta estimado em 600 mil reais, eu por hora quero investir cerca de 400 mil reais, queria saber quanto é o valor mensal desse montante e em que lugar eu poderia investir melhor ? eu fiz uma simulaçao mas nao consegui entender se o resultado e veridico . grato e boa noite

    1. Luis Gustavo, um assessor de investimentos vai entrar em contato com você pelo e-mail.

    1. Oi Dulce, tudo bem?

      Nós temos um post aqui no blog que responde bem a sua pergunta: Onde investir com R$ 100 mil.

      Se você tiver alguma dúvida estamos á disposição para te ajudar. Não hesite em nos chamar! Nosso e-mail é atendimento@btgpactualdigital.com e nosso telefone é 4007-2511 (Regiões metropolitanas) ou 0800-001-2511 (Demais localidades).

      Abraço e bons investimentos,

      Equipe BTG Pactual digital