Vídeo: Gestor de R$ 4 bi revela estratégia para se proteger contra turbulências na bolsa

O que não faltou no mercado de ações brasileiro no primeiro semestre deste ano foi uma boa dose de turbulência para o investidor. Após um começo de ano mais promissor e com resultados positivos, o mercado encerra o semestre com desempenho negativo principalmente por conta das incertezas políticas que permeiam o cenário atual e impactado pela forte alta do dólar em relação ao real. Nesse cenário, o educador financeiro André Bona recebeu no BTG Pactual Digital Florian Bartunek, sócio fundador e CIO (Chief Investment Officer) da Constellation Asset Management para comentar um pouco as perspectivas do mercado para o segundo semestre.

Sobre o cenário eleitoral, o gestor pontua que ele segue “bastante indefinido e deve continuar indefinido até as vésperas das eleições e se tem muita incerteza também, porque as agendas dos candidatos ainda não são muito claras” e deve acabar trazendo oscilações no mercado no segundo semestre. Bartunek pondera, no entanto, que o mais importante, neste caso, é saber escolher boas empresas que possam, no longo prazo, trazer retornos mais consistentes, uma vez que, investindo constantemente em papéis com esse perfil, existe uma boa chance de aumentar o patrimônio em um horizonte maior de tempo.

O gestor ainda comenta que, em momentos de oscilações mais fortes, como o que vivemos nos últimos meses, o mais importante é não se assustar ou vender suas ações bruscamente. “Você precisa de uma boa assessoria para colocar o percentual certo de seu patrimônio (no mercado de ações), escolher os fundos corretos, não adianta fazer isso sozinho”, diz. “Se eu tenho R$ 100 mil de patrimônio, apenas como exemplo, e eu coloco R$ 95 mil na bolsa, eu vou ter problemas. Se eu coloco R$ 10 mil, R$ 15 mil, eu vou dormir mais tranquilo, porque eu sei que vou ter volatilidade”, aconselha.

Acompanhe abaixo nossa Live completa com André Bona e Florian Bartunek:

Artigos relacionados

Deixe seu comentário 0