Investimentos

10 Dicas de Investimento para iniciantes

Em busca de dicas de investimento para aplicar melhor o seu dinheiro?

Então, você chegou ao lugar certo.

Neste artigo, vamos apresentar 10 ideias para repensar  seus investimentos e que poderão te ajudar a obter melhores rendimentos, de forma sustentável e com pouco risco.

Você vai aprender mais sobre:

Ficou interessado? Então, siga a leitura.

Por que investir?

Dicas de investimentos para iniciantes BTG Pactual

A principal razão para investir está em fazer do dinheiro um aliado na construção de um patrimônio e para alcançar objetivos estabelecidos.

A aplicação dos recursos que você tem sobrando tem o objetivo de colocar suas economias para trabalharem para você.

Dessa forma, você pode projetar um futuro mais confortável, tranquilo e seguro.

Dito isso, é preciso se questionar sobre quais os seus objetivos. Ter em mente metas é essencial para o sucesso de qualquer investimento.

Pode ser uma casa, uma viagem, uma especialização, o que fizer sentido para o interessado.

Definir objetivos de curto, médio e longo prazo é essencial nessa jornada.

E isso faz sentido para um número cada vez maior de brasileiros.

Longe do passado de incertezas e da inflação assombrosa que ficou lá atrás, os investidores estão em busca de informação qualificada e orientação em meio a tantas alternativas oferecidas hoje no mercado.

Mas antes de escolher entre um título do Tesouro Direto ou uma ação na bolsa de valores, ou optar pelas duas, é preciso estar consciente sobre as melhores práticas de investimento.

Essa decisão pode fazer a diferença entre ter um bom rendimento e obter uma valorização que compete de igual para igual com a inflação.

10 dicas de investimento para principiantes

A seguir, confira 10 ideias de aplicação que podem ajudar você a mirar os retornos mais altos sem perder de vista a segurança da renda fixa.

1. Comece a investir o quanto antes

Quanto antes a consciência sobre os benefícios de investir chegar, melhor para você.

Isso significará que antes as suas economias passarão a trabalhar para você e ajudarão a alcançar os seus objetivos.

Evidentemente não existe idade certa para começar a investir, mas tão logo seus objetivos estejam estabelecidos é o momento de iniciar o processo, que passa por um bom planejamento financeiro.

O poder dos juros compostos só ficará evidente no longo prazo.

Então, o melhor momento para começar é agora.

2. Faça um planejamento financeiro

Dicas de investimentos para iniciantes BTG Pactual

Uma vida financeira tranquila é o objetivo de grande parte dos brasileiros.

No entanto, ainda são poucos os interessados que buscam informação sobre como realizar um planejamento financeiro.

Todo planejamento financeiro começa com uma motivação.

Como dissemos inicialmente, definir metas e objetivos é o primeiro passo nessa caminhada.

Um bom planejamento financeiro é a chave para tornar realidade qualquer objetivo definido.

E além de tornar possível transformar em realidade, torna o caminho muito mais tranquilo para quem o traça.

O primeiro passo para um bom planejamento financeiro é conhecer a sua realidade financeira.

Estimar todas as receitas mensais e as despesas, divididas por categorias.

As despesas podem ser classificadas em fixas, que são os gastos com aluguel, energia elétrica, condomínio, água e internet, por exemplo, e os variáveis, que são os gastos com lazer, viagens e situações esporádicas.

Conhecer esse fluxo permitirá analisar as finanças, refletir sobre os gastos realizados e promover mudanças que venham a auxiliar a atingir o objetivo definido.

Assim, saber exatamente quanto você tem para investir é o primeiro passo para descobrir as melhores aplicações, não apenas de acordo com seus retornos, mas também conforme seus vencimentos.

Nesse momento, lembre-se de fazer um colchão de liquidez, uma espécie de reserva técnica em aplicações de fácil resgate.

Nesse colchão, você pode destinar seis meses de seus custo de vida em aplicações de CDB com liquidez diária, fundos DI e do Tesouro Direto, LCI/LCA de curto prazo, títulos Tesouro Selic, entre outros.

Dessa forma, você poderá equacionar qualquer imprevisto com os valores dos quais você dispõe nesse colchão.

Só depois de formar essa reserva é que você poderá mirar retornos mais elevados, principalmente em títulos mais longos e em renda variável.

3. Estabeleça uma meta para investir mensalmente

Dicas de investimentos para iniciantes BTG Pactual

Conhecendo a realidade financeira e a qualidade do gasto é possível ver onde se pode economizar para investir.

Na hora de estabelecer uma meta, existem duas situações mais comuns:

Valor fixo mensal

Estabelecer um valor fixo mensal é uma possibilidade interessante para quem conta com uma renda fixa por mês.

Pode-se estabelecer um valor mínimo fixo, por exemplo, R$ 200, e caso seja possível acrescentar mais, ainda melhor.

Valor proporcional à renda

Para profissionais autônomos, cuja renda é variável, uma perspectiva interessante para estabelecer uma meta é estimar um valor proporcional à renda.

Assim, as economias ganham um reforço sem sobrecarregar a rotina.

Agora, independente da opção escolhida, é importante que o interessado leve sua opção a sério.

É muito comum ouvir ao final de um período mais longo que a economia não gerou resultados, porém a pessoa que reclama não levou regularidade à alternativa escolhida.

4. Maximize ganhos e minimize gastos

Dicas de investimentos para iniciantes BTG Pactual

Reclamar que os ganhos não são suficientes para todo o mês é algo corriqueiro.

Muitas vezes, a renda realmente não é suficiente.

Dentro do possível, buscar atividades complementares para aumentar os ganhos é necessário.

Um trabalho eventual, que pode ser feito sem sacrificar o tempo de descanso é uma possibilidade.

Na outra ponta do planejamento financeiro, os gastos precisam ser avaliados para que sobre dinheiro no final do mês para investir.

Listar todas as despesas e dívidas é necessário para construir o melhor plano.

Especialmente na categoria de despesas variáveis, gastos que não são tão essenciais como as despesas fixas, é possível reavaliar para obter o maior ganho sem deixar de ter o benefício.

5. Diversifique os investimentos

Dicas de investimentos para iniciantes BTG Pactual

Planejamento feito, é hora de escolher as aplicações para investir.

Esse é um momento-chave de todo o processo.

A diversificação é sempre a primeira recomendação dos educadores financeiros e a melhor alternativa para aliar segurança e rentabilidade à uma carteira de investimentos.

Ao aplicar os recursos economizados em diferentes modalidades financeiras é possível construir rentabilidades e prazos que se adequem aos objetivos estabelecidos lá no início, no curto, médio e longo prazos.

Um portfólio diversificado permite proteção em caso de mudanças e volatilidades características do mercado, especialmente o brasileiro.

Ou seja, mesmo que uma aplicação não esteja no melhor momento, o que é comum, outra estará e isso garantirá o equilíbrio dos seus investimentos.

6. Tenha paciência e disciplina

Paciência e disciplina serão sempre os maiores aliados do investidor para que este atinja os objetivos e metas definidos para sua vida.

Ao investir é preciso paciência.

Em muitas aplicações, especialmente as ligadas ao mercado variável, como o mercado de ações e suas oscilações diárias, uma alta acima da expectativa ou uma queda brusca podem levar a movimentos precipitados e resultar em perda de dinheiro.

Ter clareza nos critérios de análise de uma aplicação é essencial para perseverar no mundo dos investimentos.

De nada adianta um início entusiasmado e após pouco tempo desistir das análises. Disciplina é a chave para o sucesso do investidor.

7. Atente-se à liquidez dos investimentos

Dicas de investimentos para iniciantes BTG Pactual

Você sabe o que é liquidez?

De uma forma simples, é a facilidade com que um ativo financeiro pode ser convertido em dinheiro.

Quanto mais rápida for essa conversão maior é a liquidez do investimento.

Entre os investimentos mais comuns do mercado, a poupança é um exemplo de aplicação com alta liquidez, uma vez que o resgate, ou seja, a retirada do dinheiro, pode ser feito de forma muito ágil.

Imóveis são bens com baixa liquidez, já que pode demorar algum tempo para a venda.

Alguns títulos e fundos de investimento também poder ser considerados como de baixa, média ou alta liquidez, pois podem demorar alguns dias para serem negociados e transformados em dinheiro.

Antes de contratar qualquer investimento, atente-se aos prazos.

Algumas modalidades garantem mais vantagens, melhores rentabilidades, se deixadas sem movimentação até a data do vencimento.

E esse vencimento pode variar. Pode ser seis meses, um ano, três anos…

Outros garantem liquidez diária, ou seja, podem ser convertidos em dinheiro de forma imediata ou muito rápida.

Avalie com cuidado os prazos e a liquidez no momento de formar a carteira de negócios.

8. Estude sobre finanças

Dicas de investimentos para iniciantes BTG Pactual

Esta é uma parte importante para iniciantes no mundo dos investimentos.

Tradicionalmente, para a grande maioria dos brasileiros, a caderneta de poupança ainda representa o maior conhecimento quando o assunto é finanças e investimentos.

E ela ficou para trás.

Para investir, não é necessário nenhum título acadêmico importante, mas é recomendável que o interessado estude sobre o mundo em que está se aventurando.

Para isso, muitas são as ferramentas disponíveis hoje.

Hoje existem diversos sites e aplicativos de celular que auxiliam o interessado a angariar mais conhecimento sobre o tema.

Busque um número grande de fontes na internet, como o blog do BTG Pactual digital, compare as informações e converse também com quem está na mesma leva de interesse – um amigo, colega, parente.

A assistência do seu banco ou corretora também pode ajudar nessa hora.

Claro, analise tudo com parcimônia e sempre busque estar atento ao contexto político e econômico do país, que exercem uma forte influência nas medidas tomadas no mercado financeiro.

9. Como escolher o melhor investimento?

Tomar decisões é sempre difícil.

Escolher o melhor investimento exige preparo e conhecimento sobre as metas de cada um e o seu perfil de investidor.

Por exemplo, conhecer o seu perfil de investidor será essencial para definir se as melhores aplicações serão modalidades de renda fixa, em que há maior segurança e uma rentabilidade mais comedida, ou se o mercado variável deve ser considerado, como aplicar no mercado de ações e suas oscilações.

As metas de cada investidor também são muito importantes nesse momento. Se o investidor quer fazer uma viagem daqui a um ano, ele não poderá aplicar o valor que precisará para a viagem em um título com uma duração maior que o prazo em que pretende utilizá-lo.

Para ir além da tradicional caderneta de poupança, busque conhecer as alternativas disponíveis e as que melhor auxiliam a atingir os objetivos definidos.

10. Conheça modalidades de investimento

Dicas de investimentos para iniciantes BTG Pactual

Conheça abaixo algumas das modalidades mais tradicionais de investimento.

Tesouro Direto

Criado no início dos anos 2000 pelo Tesouro Nacional em parceria com a BM&FBovespa, o Tesouro Direto é considerado um investimento muito seguro no mercado financeiro, já que quem garante a sua remuneração é o Tesouro Nacional, ou seja, o governo do país.

Ao comprar o título de renda fixa, o cliente tem um prazo para receber de volta o valor investido, com o acréscimo de juros, o que supera os ganhos da poupança.

Entre as principais características do Tesouro Direto está o baixo valor inicial exigido para aplicação.

A partir de R$ 30, já é possível investir em títulos do Tesouro Direto.

Além dos papéis prefixados, o Tesouro Direto oferece títulos pós-fixados, indexados à Selic (taxa básica de juros), e híbridos, com um juro fixo anual mais a variação da inflação.

CDB

Dicas de investimentos para iniciantes BTG Pactual

É provável que você já tenha ouvido falar muito no CDB, o Certificado de Depósito Bancário.

Ele é uma aplicação de renda fixa oferecida pelas grandes instituições bancárias em que o cliente faz uma espécie de empréstimo ao banco, em que esta instituição determina o valor e fixa períodos em que o interessado não pode movimentar o dinheiro.

Ao contrário da poupança, o CDB conta com uma remuneração variável de acordo com a instituição.

Tradicionalmente são três os tipos de CDB oferecidos pelos bancos:

  • CDB prefixado: o cliente sabe exatamente em quanto será remunerado já no momento da contratação
  • CDB pós-fixado: mais popular alternativa de CDB e que, de modo geral, tem a taxa de remuneração atrelada ao valor do CDI, o Certificado de Depósito Interbancário
  • CDB híbrido: que normalmente associa sua remuneração a uma taxa fixa de juros e a variação de um índice de inflação, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

LCI/LCA

Dicas de investimentos para iniciantes BTG Pactual

Com rendimentos similares ao do CDB, a LCI (Letra de Crédito Imobiliário) e a LCA (Letra de Crédito do Agronegócio) estão entre os mais populares títulos isentos da cobrança de Imposto de Renda.

As modalidades foram criadas com o objetivo de fomentar o crédito imobiliário e do agronegócio no país.

Entre as modalidades oferecidas estão:

  • Prefixada: opção em que o cliente sabe exatamente em quanto será remunerado já no momento da contratação
  • Pós-fixada: mais popular e com taxa de remuneração vinculada ao valor do CDI, o Certificado de Depósito Interbancário, que acompanha de perto o valor da Selic, que é a taxa básica da economia brasileira.

Fundo DI

O Fundo DI é uma aplicação com alta liquidez, geralmente com baixa volatilidade e que pode servir para aquele percentual do portfólio dedicado a solucionar qualquer emergência, com resgate diário.

Ele tem a cobrança de uma pequena taxa de administração anual e do come-cotas, um elemento que antecipa o recolhimento do Imposto de Renda a cada seis meses.

Invista com o BTG Pactual digital

Dicas de investimentos para iniciantes BTG Pactual

Uma das melhores dicas para quem quer começar a investir é escolher uma instituição financeira sólida e confiável, que oferece uma excelente assistência na hora de escolher os melhores títulos de renda fixa e aplicações de renda variável.

Nesse sentido, vale a pena conhecer o BTG Pactual digital.

Veja como abrir sua conta:

  1. Cadastro sem sair de casa: Basta acessar o site do BTG Pactual digital, preencher alguns dados e enviar comprovante de residência, foto do RG e uma selfie. Depois disso, aguarde um retorno por e-mail para confirmar a abertura da conta.
  2. Descubra seu perfil de investidor: responda a um pequeno questionário para desvendar sua tolerância ao risco e o tipo de investimento que mais combina com você.
  3. Transfira o dinheiro: Envie o dinheiro de sua conta bancária para sua nova conta do BTG Pactual digital.
  4. Consulte um dos assessores de investimento: você terá o auxílio de um assessor de investimento que o orientará passo a passo em suas aplicações.
  5. Acompanhe os investimentos: por meio do site do aplicativo, você pode consultar a qualquer momento suas posições e rendimentos.
  6. Tenha acesso a relatórios personalizados: periodicamente, você vai ter acesso a relatórios completos com todos os resultados de suas aplicações

Conclusão

Dicas de investimentos para iniciantes BTG Pactual

Como vimos, a organização das finanças pessoais é o primeiro passo para os investimentos inteligentes.

Nesse início de jornada, você deve criar uma reserva técnica, ou seja, um colchão de liquidez composto por aplicações de fácil resgate.

Esses investimentos não trarão os melhores retornos de sua carteira, mas serão os pilares de sustentação para que você possa alçar voos mais altos em títulos mais longos de renda fixa e aplicações de renda variável.

É depois de alocar o equivalente a seis meses do seu custo de vida a esse colchão de liquidez que você vai buscar as melhores taxas de juros da renda fixa, com títulos mais longos, como CDBs a partir de quatro anos.

Além da renda fixa, você poderá analisar opções da renda variável, que poderá auxiliar o investidor a obter ganhos maiores, desde que se tenha em vista o longo prazo.

Para investir em renda variável, é preciso estar disposto a incorrer em algumas perdas no curto e médio prazo para ir além nos ganhos de longo prazo, a partir de cinco anos.

E você, qual caminho está trilhando para dar seus primeiros passos nesse universo de aplicações?

Gostou das dicas de investimento para iniciantes? Compartilhe sua experiência nos comentários.

Deixe seu comentário 0

Você está a um passo para investir com mais segurança e tranquilidade.
Crie sua conta agora


Preencha com seu nome

Preencha com seu e-mail

Preencha com seu telefone

Está com dúvidas? Entre em contato com a gente!

ENTRE EM CONTATO

O Grupo BTG Pactual (“BTG Pactual”) não fornece opiniões jurídicas ou tributárias. Sendo assim, essa apresentação não constitui aconselhamento legal de qualquer natureza. Essa apresentação é um breve resumo de cunho meramente informativo, não configurando análise de valores mobiliários nos termos da Instrução CVM Nº 598, de 03 de maio de 2018, e não tendo como objetivo a consultoria, oferta, solicitação de oferta e/ou recomendação para a compra ou venda de qualquer investimento e/ou produto específico. Embora as informações e opiniões expressas aqui tenham sido obtidas de fontes confiáveis e fidedignas, nenhuma garantia ou responsabilidade, expressa ou implícita é feita a respeito da exatidão, fidelidade e/ou totalidade das informações. Todas as informações, opiniões e valores eventualmente indicados estão sujeitos à alteração sem prévio aviso. Ressaltamos também, que as opiniões expressas neste material refletem a opinião do respectivo profissional convidado e não necessariamente expressam a opinião do BTG Pactual, não devendo ser tratadas como tal. As informações contidas nesta apresentação não podem ser consideradas como única fonte de informações no processo decisório do investidor, que, antes de tomar qualquer decisão, deverá realizar uma avaliação minuciosa do produto e respectivos riscos, face aos seus objetivos pessoais e ao seu perfil de risco ("Suitability"). Para maiores informações, acesse www.btgpactualdigital.com

Os riscos da operação com títulos de renda fixa (CDB, LCI e LCA) estão na capacidade de o emissor honrar a dívida; na impossibilidade de venda do título ou na ausência de investidores interessados em adquiri-lo; e na possibilidade de variação da taxa de juros e dos indexadores. É importante a adequada compreensão da natureza, forma de rentabilidade e riscos dos títulos de renda fixa antes da sua aquisição. CDB, LCI e LCA contam com a garantia do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), que garante a devolução do principal investido acrescido de juros referente a rendimentos, na hipótese da incapacidade de pagamento da instituição financeira, de até R$ 250 mil reais por CPF e por instituição financeira, considerando o limite de garantia de R$ 1 milhão para cada período de quatro anos.

FUNDOS DE INVESTIMENTO NÃO CONTAM COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA. E recomendada a leitura cuidadosa do Formulário de Informações Complementares e Regulamento do Fundo de Investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos.

Ressaltamos que as opiniões e projeções referente COE, aqui apresentadas representam a opinião da área Structured Products do BTG Pactual, mas não necessariamente a opinião institucional do BTG Pactual, podendo o BTG Pactual, suas subsidiárias e/ou seus empregados podem, eventualmente, possuir uma posição comprada ou vendida, atuar em nome próprio e/ou como coordenador ou agente em operações envolvendo ações ou demais investimentos relevantes. COE NÃO CONTA COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA.

Os regulamentos completos dos Planos de Previdência da BTG Pactual Vida e Previdência S/A deverão ser lidos previamente a sua contratação. Os direitos e obrigações das partes estão definidos na Proposta e nos Regulamentos do plano contratado. É recomendada a leitura cuidadosa do regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos. O registro do plano na Susep não implica, por parte da autarquia, incentivo ou recomendação de comercialização. O Participante/Segurado poderá consultar a situação cadastral de seu corretor de seguros no site www.susep.gov.br, por meio do número de seu registro na Susep, nome completo, CNPJ ou CPF. BTG Pactual Vida e Previdência S/A - CNPJ: 19.449.767/0001-20. Processos SUSEP PGBL: 15414.901924/2014-44 e VGBL: 15414.901922/2014-55.

Fundos de investimento não contam com garantia do administrador do fundo, do gestor da carteira, de qualquer mecanismo de seguro ou, ainda, do fundo garantidor de créditos FGC. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de rentabilidade futura. É recomendada a leitura cuidadosa do prospecto e regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos. Os investidores devem estar preparados para aceitar os riscos inerentes aos diversos mercados em que os fundos atuam e, consequentemente, possíveis variações no patrimônio investido. Os produtos e serviços aqui mencionados podem não estar disponíveis em todas as jurisdições ou para determinadas categorias de investidores. Adicionalmente, a legislação e regulamentação de proteção a investidores de determinadas jurisdições/países, pode não se aplicar a produtos e serviços registrados em outras jurisdições/países, sujeitos à legislação e regulamentação respectivamente aplicáveis, além de previsões contratuais específicas.

Anbima Anbima