Coluna Gustavo Cerbasi

Qual é o seu perfil financeiro? Poupador, gastador, financista ou outro da lista?

No artigo de hoje eu vou falar sobre um aspecto do seu comportamento que talvez você não conheça, mas que precisa ser identificado: é o seu perfil financeiro.

Lá atrás, nos estudos para criar o livro “Casais Inteligentes Enriquecem Juntos“, identifiquei a existência de 5 perfis para o uso do dinheiro, os quais detalho a seguir.

Mas antes de descobrir quais são, cadastre-se abaixo e receba conteúdos de altíssima qualidade direto em seu e-mail.


Perfil financeiro poupador

Sabe aquela pessoa que nunca põe a mão no bolso e economiza até os centavos? É disciplinada, mas também é vista como avarenta. Trata-se do típico poupador.

Claro que existem muitos pontos fortes nesse perfil, sobretudo a disciplina e a capacidade de economizar, mas esse cuidado excessivo pode levar essa pessoa a uma série de problemas que a impedem de ter uma vida realmente rica.

Os pontos fracos do perfil poupador são o conformismo com o padrão de vida simples e restrições a novas experiências.

O poupador deve se lembrar que o dinheiro é uma das nossas riquezas, mas temos que fazer bom uso dele para desfrutar das outras riquezas como a família e o tempo para as coisas que valorizamos.

Perfil financeiro gastador

O segundo perfil é quase a antítese do poupador: o gastador.

Ele se caracteriza pela ideia de viver cada dia como se fosse o último. Essa visão “romântica” de aproveitar tudo ao máximo pode gerar um verdadeiro rombo nas finanças do gastador. Gastadores usam sua renda ao máximo e às vezes extrapolam o limite para aproveitar a vida.

Topam encarar financiamentos para manter o padrão de vida elevado, ostentam roupas caras e adoram viajar. Se sobrar algum extra para formar uma poupança, acaba integralmente utilizado em uma próxima viagem.

O gastador tem como pontos fortes hábitos pouco rotineiros e muitos hobbies, escolhas bastante motivadoras.

Claro, ser bon vivant o tempo todo tem seu preço. Os pontos fracos do gastador são a insegurança em relação ao futuro e a extrema dependência da estabilidade do emprego, além da aversão ao orçamento e às contas.

Perfil financeiro descontrolado

Talvez você esteja imaginando que o gastador é o perfil financeiro mais perigoso para lidar com o dinheiro, mas ninguém gera tanto caos no orçamento quanto o descontrolado.

Basicamente, os descontrolados não têm a menor ideia de quanto dinheiro entra na conta e muito menos percebem quando sai algum valor.

Ainda que essas pessoas cortem gastos, sempre parece que o dinheiro é insuficiente e acabam caindo no cheque especial ou estouram o limite do cartão de crédito.

Consequência disso: o acúmulo de dívidas pesadas que decorrem da completa falta de organização.

Pontos fortes dos descontrolados? Absolutamente nenhum.

Basicamente, esse perfil só possui pontos fracos: os principais deles são a indisciplina, a propensão a conflitos, pagamento desnecessário de juros e a completa desorientação.

Se você conhece algum descontrolado, convide-o a refletir sobre suas escolhas para construir uma relação mais saudável com o dinheiro.

Perfil financeiro desligado

O quarto perfil financeiro é o desligado. Pessoas assim gastam menos do que ganham, mas não têm controle sobre isso.

Os extratos do banco vão direto para a gaveta sem ao menos serem abertos e a fatura do cartão de crédito é uma surpresa a cada mês. Se conseguem algum excedente, essas pessoas até poupam, mas sem qualquer tipo de disciplina ou regularidade.

Fazem viagens ou adquirem bens de maior valor quando os seus investimentos atingem um valor mais alto e sempre acham que ainda é cedo para pensar na aposentadoria.

Os desligados têm como pontos fortes as folgas financeiras e espaço para reduzir gastos, quando necessário.

Já os pontos fracos são a incapacidade de definir e atingir objetivos e a resistência a planos que exigem disciplina.

Perfil financeiro financista

Finalmente, chegamos ao quinto e último perfil financeiro: o financista.

Pessoas com esse perfil são rigorosas no controle de gastos e focadas em economizar. São estudiosas e acompanham as novidades do mercado financeiro e estão por dentro de assuntos como juros e inflação. Tudo para que possam fazer investimentos mais inteligentes e rentáveis.

Financistas também elaboram planilhas para deixar o orçamento sob controle e têm o hábito de fazer estatísticas e projeções.

Quais são os pontos fortes dos financistas? Facilidade de desenvolver planos e concretizá-los, a seleção criteriosa de investimentos e o uso consciente do dinheiro.

Difícil apontar pontos fracos nesse perfil, não é mesmo? Mas os pontos fracos não dizem respeito ao uso do dinheiro, e sim às relações pessoais.

Em geral, financistas são boicotados pela família porque se queixam de excesso de detalhes e podem se tornar chatos quando insistem em papos financeiros. Financistas têm dificuldades em serem claros com pessoas mais leigas.

Conclusão

Para você construir uma vida mais rica é fundamental identificar o seu perfil financeiro, conhecer os pontos fortes e os pontos fracos e aperfeiçoá-los.

Lembre-se que nenhum perfil financeiro é perfeito e todos podem ser aprimorados com maior ou menor escala. O segredo é administrar os excessos e se educar para evoluir nas limitações.

Vale lembrar que o perfil financeiro é decisivo em uma união afetiva. Dependendo do tipo de cada um, essa união pode navegar por águas calmas ou se tornar uma grande turbulência.

Leia também: Como prosperar: dicas para manter seu patrimônio em crescimento

Gustavo Cerbasi

Gustavo Cerbasi:

Cerbasi é um parceiro de conteúdo do BTG Pactual digital. Consultor, professor, palestrante, autor de 16 livros com mais de 2,5 milhões de exemplares vendidos, entre eles o best-seller “Casais Inteligentes Enriquecem Juntos”.

Posts relacionados

Deixe seu comentário 0

Você está a um passo para investir com mais segurança e tranquilidade.
Crie sua conta agora


Preencha com seu nome

Preencha com seu e-mail

Preencha com seu telefone

Está com dúvidas? Entre em contato com a gente!

ENTRE EM CONTATO

O Grupo BTG Pactual (“BTG Pactual”) não fornece opiniões jurídicas ou tributárias. Sendo assim, essa apresentação não constitui aconselhamento legal de qualquer natureza. Essa apresentação é um breve resumo de cunho meramente informativo, não configurando análise de valores mobiliários nos termos da Instrução CVM Nº 598, de 03 de maio de 2018, e não tendo como objetivo a consultoria, oferta, solicitação de oferta e/ou recomendação para a compra ou venda de qualquer investimento e/ou produto específico. Embora as informações e opiniões expressas aqui tenham sido obtidas de fontes confiáveis e fidedignas, nenhuma garantia ou responsabilidade, expressa ou implícita é feita a respeito da exatidão, fidelidade e/ou totalidade das informações. Todas as informações, opiniões e valores eventualmente indicados estão sujeitos à alteração sem prévio aviso. Ressaltamos também, que as opiniões expressas neste material refletem a opinião do respectivo profissional convidado e não necessariamente expressam a opinião do BTG Pactual, não devendo ser tratadas como tal. As informações contidas nesta apresentação não podem ser consideradas como única fonte de informações no processo decisório do investidor, que, antes de tomar qualquer decisão, deverá realizar uma avaliação minuciosa do produto e respectivos riscos, face aos seus objetivos pessoais e ao seu perfil de risco ("Suitability"). Para maiores informações, acesse www.btgpactualdigital.com

Os riscos da operação com títulos de renda fixa (CDB, LCI e LCA) estão na capacidade de o emissor honrar a dívida; na impossibilidade de venda do título ou na ausência de investidores interessados em adquiri-lo; e na possibilidade de variação da taxa de juros e dos indexadores. É importante a adequada compreensão da natureza, forma de rentabilidade e riscos dos títulos de renda fixa antes da sua aquisição. CDB, LCI e LCA contam com a garantia do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), que garante a devolução do principal investido acrescido de juros referente a rendimentos, na hipótese da incapacidade de pagamento da instituição financeira, de até R$ 250 mil reais por CPF e por instituição financeira, considerando o limite de garantia de R$ 1 milhão para cada período de quatro anos.

FUNDOS DE INVESTIMENTO NÃO CONTAM COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA. E recomendada a leitura cuidadosa do Formulário de Informações Complementares e Regulamento do Fundo de Investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos.

Ressaltamos que as opiniões e projeções referente COE, aqui apresentadas representam a opinião da área Structured Products do BTG Pactual, mas não necessariamente a opinião institucional do BTG Pactual, podendo o BTG Pactual, suas subsidiárias e/ou seus empregados podem, eventualmente, possuir uma posição comprada ou vendida, atuar em nome próprio e/ou como coordenador ou agente em operações envolvendo ações ou demais investimentos relevantes. COE NÃO CONTA COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA.

Os regulamentos completos dos Planos de Previdência da BTG Pactual Vida e Previdência S/A deverão ser lidos previamente a sua contratação. Os direitos e obrigações das partes estão definidos na Proposta e nos Regulamentos do plano contratado. É recomendada a leitura cuidadosa do regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos. O registro do plano na Susep não implica, por parte da autarquia, incentivo ou recomendação de comercialização. O Participante/Segurado poderá consultar a situação cadastral de seu corretor de seguros no site www.susep.gov.br, por meio do número de seu registro na Susep, nome completo, CNPJ ou CPF. BTG Pactual Vida e Previdência S/A - CNPJ: 19.449.767/0001-20. Processos SUSEP PGBL: 15414.901924/2014-44 e VGBL: 15414.901922/2014-55.

Fundos de investimento não contam com garantia do administrador do fundo, do gestor da carteira, de qualquer mecanismo de seguro ou, ainda, do fundo garantidor de créditos FGC. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de rentabilidade futura. É recomendada a leitura cuidadosa do prospecto e regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos. Os investidores devem estar preparados para aceitar os riscos inerentes aos diversos mercados em que os fundos atuam e, consequentemente, possíveis variações no patrimônio investido. Os produtos e serviços aqui mencionados podem não estar disponíveis em todas as jurisdições ou para determinadas categorias de investidores. Adicionalmente, a legislação e regulamentação de proteção a investidores de determinadas jurisdições/países, pode não se aplicar a produtos e serviços registrados em outras jurisdições/países, sujeitos à legislação e regulamentação respectivamente aplicáveis, além de previsões contratuais específicas.

Anbima Anbima