A ideia de fazer bons investimentos para alcançar a prosperidade tem sido amplamente difundida nos últimos anos. A grande questão é que nem todas as pessoas sabem, de fato, o que significa investir.

Talvez você imagine que gastar menos do que se ganha para aplicar o excedente seja a definição exata de investimento. Esse raciocínio está correto em parte, mas não explica o que significa investir em sua totalidade.

Investir e poupar são sinônimos?

Uma boa maneira de compreender exatamente o que significa investir é diferenciar esse conceito da ideia de poupar. Investir é uma coisa, poupar é outra.

Para uma pessoa dizer que está investindo, não basta separar parte da renda para aplicar na caderneta de poupança. Iniciativas desse tipo carregam a lógica da multiplicação de riqueza, mas contêm um descuido na parte estratégica. Devemos lembrar que a poupança é uma alternativa pouco eficiente no atual cenário da renda fixa.

Investir pressupõe o entendimento de que existem opções melhores, ou mais eficientes, para alocar o excedente de recursos. Esse cuidado na escolha dos produtos financeiros permite acelerar o processo de enriquecimento sem abrir mão da segurança.

Podemos dizer que investir passa pela ideia de comprar barato e vender caro. Bons investidores extraem o maior lucro possível dentro da estratégia estabelecida e dos objetivos a serem atingidos.

Quem investe reconhece a importância do estudo

O exemplo da caderneta de poupança é emblemático porque está cada vez mais associado ao descuido por parte de quem aplica nesse produto. Com uma pesquisa rápida e superficial, qualquer um pode perceber que a poupança não vale a pena, uma vez que perde em desempenho para produtos igualmente simples, seguros e acessíveis.

Nesse sentido, estudar o assunto é uma forma de entender bem o que significa investir e o que é poupar. Quem deseja se tornar um investidor deve se nutrir de informações a respeito do mercado financeiro.

Costumo ressaltar que o mercado é volátil e pode surpreender até mesmo os mais experientes. Mas o antídoto contra as turbulências e os imprevistos é a boa informação. E, quando digo boa informação, pode ser desde uma análise complexa até uma reflexão simples sobre as opções à caderneta de poupança.

Somente quem se informa tem condições de identificar oportunidades para comprar barato e vender caro. Investidores não se limitam a aplicar no produto que vai lhes dar menos trabalho – caso específico da poupança.

O que significa investir em imóveis

A lógica de comprar barato para vender caro e obter um ganho significativo é bem ilustrada pelo investimento em imóveis. Pessoas que se especializam no mercado imobiliário procuram pechinchas com grande potencial de valorização futura.

Há situações em que o negócio de ocasião é tão bom, que a venda posterior pelo preço de mercado já rende um lucro substancial. Mas, para conseguir esses “achados do mercado”, existe um longo caminho a percorrer.

Quem busca oportunidades no mercado imobiliário deve fazer uma boa lição de casa. Informar-se sobre imóveis e imobiliárias, por exemplo, é um passo inicial importante, pois dá à pessoa uma base para comparação. É recomendável também conhecer corretores de confiança para ter acesso aos melhores negócios.

Outra dica para investir em imóveis é direcionar seu foco para um mercado específico. Esse ponto tem grande relevância, porque muitos podem se empolgar no início e ter o ímpeto de abraçar o mundo. Concentrar-se em uma região promissora aproximará o investidor dos negócios mais rentáveis.

Imóvel para morar x imóvel para investir

Quem pensa em partir para o mercado imobiliário tem que atentar para um detalhe importante: um imóvel para investir é diferente de um imóvel para morar.

Se você já procurou um apartamento em uma imobiliária, deve ter ouvido a seguinte pergunta: “quer o imóvel para morar ou para investir?”. A questão feita pelo corretor tem o objetivo de determinar a postura dele a partir daquele momento.

Um profissional dessa área sabe que aqueles que pretendem morar no imóvel vão valorizar aspectos específicos. A beleza do jardim, a vista da varanda e a existência de uma boa padaria na esquina são trunfos para o corretor. Esses pontos não necessariamente elevam o valor de mercado de um imóvel, mas podem despertar um desejo no possível comprador.

O que caracteriza a procura de um imóvel para investimento?

Algumas das virtudes apontadas pelo corretor a quem deseja morar no imóvel não têm o mesmo peso em outra situação. Quando se busca um imóvel para investir, o ideal é que ele valha menos do que um “para morar”.

O corretor parte do princípio de que o investidor quer comprar barato para vender caro. Além disso, considera também se aquela casa ou apartamento tem bom potencial de revenda no futuro. Essa equação não é simples. Muitas vezes, o corretor tem de garimpar o mercado para encontrar um grande negócio.

Um imóvel para investimento, em geral, depende de um proprietário muito propenso a se desfazer dele. Isso pode acontecer em casos de herança, separação conjugal ou problemas financeiros.

Oportunidades como essas são a grande fonte de lucro no mercado imobiliário. Os “que investem” compram dos “desesperados para vender”, e, então, procuram alguém “que quer morar” e pagará um preço maior.

Uma lógica comum a todos os tipos de investimento

O que significa investir no mercado imobiliário é o mesmo que significa para outros tipos de investimento. Você pode optar, por exemplo, por comprar e vender títulos públicos, ações ou obras de arte.

Em todos os casos, os investidores mais bem-sucedidos serão aqueles que buscaram conhecimento sobre o produto escolhido. Com boas informações e maior envolvimento com o mercado, ampliam-se as condições de identificar grandes oportunidades. E é justamente dessa forma que uma pessoa consegue fazer grandes negócios.

O networking também é valioso em diferentes segmentos. Assim como o corretor de imóveis pode lhe aproximar de boas oportunidades, um bom operador de mercado tem condições de lhe informar a respeito das ações com maior potencial.

Tenha sucesso em seus investimentos

O sucesso nos investimentos não vem da noite para o dia, requer dedicação e disciplina. Devemos desmistificar aquele senso comum de que os grandes investidores têm acesso a informações privilegiadas ou palpites baseados puramente em sorte.

Caso você não disponha de tempo para se dedicar aos estudos do mercado escolhido, existe a opção de contratar um profissional ou uma empresa para gerir sua carteira.

Portanto, a receita para prosperar envolve um raciocínio bastante simples: gastar menos do que se ganha e investir bem a diferença.

Quem entende – em toda sua profundidade – o que significa investir tem tudo para pavimentar seu caminho rumo à independência financeira. Neste outro artigo do blog, explico como se tornar um bom investidor e fazer escolhas consistentes. Confira!

Deixe seu comentário 0

Posts relacionados

Você está a um passo para investir com mais segurança e tranquilidade.
Crie sua conta agora


Preencha com seu nome

Preencha com seu e-mail

Preencha com seu telefone

Está com dúvidas? Entre em contato com a gente!

ENTRE EM CONTATO

O Grupo BTG Pactual (“BTG Pactual”) não fornece opiniões jurídicas ou tributárias. Sendo assim, essa apresentação não constitui aconselhamento legal de qualquer natureza. Essa apresentação é um breve resumo de cunho meramente informativo, não configurando análise de valores mobiliários nos termos da Instrução CVM Nº 598, de 03 de maio de 2018, e não tendo como objetivo a consultoria, oferta, solicitação de oferta e/ou recomendação para a compra ou venda de qualquer investimento e/ou produto específico. Embora as informações e opiniões expressas aqui tenham sido obtidas de fontes confiáveis e fidedignas, nenhuma garantia ou responsabilidade, expressa ou implícita é feita a respeito da exatidão, fidelidade e/ou totalidade das informações. Todas as informações, opiniões e valores eventualmente indicados estão sujeitos à alteração sem prévio aviso. Ressaltamos também, que as opiniões expressas neste material refletem a opinião do respectivo profissional convidado e não necessariamente expressam a opinião do BTG Pactual, não devendo ser tratadas como tal. As informações contidas nesta apresentação não podem ser consideradas como única fonte de informações no processo decisório do investidor, que, antes de tomar qualquer decisão, deverá realizar uma avaliação minuciosa do produto e respectivos riscos, face aos seus objetivos pessoais e ao seu perfil de risco ("Suitability"). Para maiores informações, acesse www.btgpactualdigital.com

Os riscos da operação com títulos de renda fixa (CDB, LCI e LCA) estão na capacidade de o emissor honrar a dívida; na impossibilidade de venda do título ou na ausência de investidores interessados em adquiri-lo; e na possibilidade de variação da taxa de juros e dos indexadores. É importante a adequada compreensão da natureza, forma de rentabilidade e riscos dos títulos de renda fixa antes da sua aquisição. CDB, LCI e LCA contam com a garantia do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), que garante a devolução do principal investido acrescido de juros referente a rendimentos, na hipótese da incapacidade de pagamento da instituição financeira, de até R$ 250 mil reais por CPF e por instituição financeira, considerando o limite de garantia de R$ 1 milhão para cada período de quatro anos.

FUNDOS DE INVESTIMENTO NÃO CONTAM COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA. E recomendada a leitura cuidadosa do Formulário de Informações Complementares e Regulamento do Fundo de Investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos.

Ressaltamos que as opiniões e projeções referente COE, aqui apresentadas representam a opinião da área Structured Products do BTG Pactual, mas não necessariamente a opinião institucional do BTG Pactual, podendo o BTG Pactual, suas subsidiárias e/ou seus empregados podem, eventualmente, possuir uma posição comprada ou vendida, atuar em nome próprio e/ou como coordenador ou agente em operações envolvendo ações ou demais investimentos relevantes. COE NÃO CONTA COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA.

Os regulamentos completos dos Planos de Previdência da BTG Pactual Vida e Previdência S/A deverão ser lidos previamente a sua contratação. Os direitos e obrigações das partes estão definidos na Proposta e nos Regulamentos do plano contratado. É recomendada a leitura cuidadosa do regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos. O registro do plano na Susep não implica, por parte da autarquia, incentivo ou recomendação de comercialização. O Participante/Segurado poderá consultar a situação cadastral de seu corretor de seguros no site www.susep.gov.br, por meio do número de seu registro na Susep, nome completo, CNPJ ou CPF. BTG Pactual Vida e Previdência S/A - CNPJ: 19.449.767/0001-20. Processos SUSEP PGBL: 15414.901924/2014-44 e VGBL: 15414.901922/2014-55.

Fundos de investimento não contam com garantia do administrador do fundo, do gestor da carteira, de qualquer mecanismo de seguro ou, ainda, do fundo garantidor de créditos FGC. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de rentabilidade futura. É recomendada a leitura cuidadosa do prospecto e regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos. Os investidores devem estar preparados para aceitar os riscos inerentes aos diversos mercados em que os fundos atuam e, consequentemente, possíveis variações no patrimônio investido. Os produtos e serviços aqui mencionados podem não estar disponíveis em todas as jurisdições ou para determinadas categorias de investidores. Adicionalmente, a legislação e regulamentação de proteção a investidores de determinadas jurisdições/países, pode não se aplicar a produtos e serviços registrados em outras jurisdições/países, sujeitos à legislação e regulamentação respectivamente aplicáveis, além de previsões contratuais específicas.

Anbima Anbima