Nós, brasileiros, encaramos o crédito e a dívida como algo negativo. Mas eles podem ser muito positivos, quando utilizados com consciência. O crédito bem empregado é capaz de garantir muitas oportunidades na sua vida. No artigo de hoje ensinarei como construir um bom score de crédito e como facilitar o uso desse serviço financeiro.

Duas regras para obter um bom score de crédito

Antes de conferir as duas regras que o educador financeiro Gustavo Cerbasi separou para te ajudar a obter um bom score de crédito, cadastre seu e-mail abaixo para receber nossos conteúdos exclusivos.


Regra 1: Faça do cartão de crédito o seu aliado

Ao contrário do que muita gente pensa, o cartão de crédito não é um instrumento criado para deixar o consumidor de cabelo em pé a cada nova fatura lançada.

Quem usa o cartão de crédito corretamente garante uma maneira eficaz de facilitar o planejamento financeiro. Consequentemente, tem acesso a privilégios cada vez melhores no dia a dia. Juros reduzidos, limites ampliados, seguros gratuitos e o acúmulo de milhagens para aquisição de produtos e viagens são alguns desses privilégios.

Ao mesmo tempo, as pessoas que têm problemas crônicos no uso do cartão de crédito são facilmente identificáveis pelas operadoras. Tanto em função da ingenuidade que demonstram quando solicitam recursos quanto pelas práticas financeiras que denunciam seu perfil, como o uso frequente do limite e o regular atraso no pagamento das faturas.

É por isso que, para construir um bom score de crédito e tirar o que existe de melhor desse instrumento, você precisa adaptar algumas regras no seu cotidiano.

Antes de mais nada, você precisa aprender algo que parece um pouco incoerente, mas que faz todo o sentido diante de uma análise mais profunda: só negocie um novo limite quando não precisar dele.

Coloque-se no lugar do seu gerente: se um cliente aparece e diz que precisa urgentemente de recursos, o que você deduz? Que ele não sabe cuidar bem do dinheiro, que falta planejamento, que está com problemas de falta de dinheiro, certo? É exatamente isso que o gerente irá pensar se você aparecer na mesa dele desesperado por limites maiores.

Atitudes como essa não jogam nem um pouco a seu favor.  Por isso, só vá atrás de crédito quando tiver reunido várias condições que demonstram que você não precisa dele.

O banco precisará te convencer a usar mais o crédito, e não o contrário.

Regra 2: Utilize o crédito de forma inteligente

Sempre prefira financiamentos no lugar de empréstimos. Isso pode gerar algumas interrogações na sua cabeça, já que a burocracia para contratar financiamentos é sempre maior do que para empréstimos.

Mas pode apostar que o esforço será recompensado pela economia no custo da operação. Afinal, financiamentos sempre são mais baratos do que empréstimos.

Também é muito importante criar um bom histórico de uso do crédito. Além de ajudar na construção do seu score, será um aliado na negociação de empréstimos ou financiamentos. Isso quer dizer que você deve ser pontual nos seus pagamentos, guardar comprovantes de quitação de empréstimos e não ceder ao uso de crédito fácil, como o cheque especial, por exemplo.

E, por fim, substitua as suas dívidas, independentemente do limite ou do preço do crédito que você tem atualmente. Se surgir qualquer modalidade que seja mais barata e mais vantajosa que o seu contrato atual, aja imediatamente.

Crédito rotativo no cartão e cheque especial podem e devem ser substituídos por empréstimos pessoais. Estes, por sua vez, podem e devem ser substituídos por operações de crédito consignado.

Conclusão

Muitas pessoas acreditam que o cuidado com as suas finanças se limita aos gastos e investimentos. Talvez nunca tenham pensado que o mais importante na vida financeira é o crédito. Afinal, é por meio dele que você se torna capaz de viver em residências melhores, contratar planos de saúde e obter menores tarifas. Ter um bom score de crédito faz toda a diferença na vida de todos nós.

Espero que, com este artigo, você aprenda a cuidar melhor do seu dinheiro e tenha mais qualidade de vida.

Afinal, enriquecer é uma questão de escolha.

Gustavo Cerbasi
Gustavo Cerbasi:
Cerbasi é um parceiro de conteúdo do BTG Pactual digital. Consultor, professor, palestrante, autor de 16 livros com mais de 2,5 milhões de exemplares vendidos, entre eles o best-seller “Casais Inteligentes Enriquecem Juntos”.

Posts relacionados

Deixe seu comentário 0

Você está a um passo para investir com mais segurança e tranquilidade.
Crie sua conta agora


Preencha com seu nome

Preencha com seu e-mail

Preencha com seu telefone

Está com dúvidas? Entre em contato com a gente!

ENTRE EM CONTATO

O Grupo BTG Pactual (“BTG Pactual”) não fornece opiniões jurídicas ou tributárias. Sendo assim, essa apresentação não constitui aconselhamento legal de qualquer natureza. Essa apresentação é um breve resumo de cunho meramente informativo, não configurando análise de valores mobiliários nos termos da Instrução CVM Nº 598, de 03 de maio de 2018, e não tendo como objetivo a consultoria, oferta, solicitação de oferta e/ou recomendação para a compra ou venda de qualquer investimento e/ou produto específico. Embora as informações e opiniões expressas aqui tenham sido obtidas de fontes confiáveis e fidedignas, nenhuma garantia ou responsabilidade, expressa ou implícita é feita a respeito da exatidão, fidelidade e/ou totalidade das informações. Todas as informações, opiniões e valores eventualmente indicados estão sujeitos à alteração sem prévio aviso. Ressaltamos também, que as opiniões expressas neste material refletem a opinião do respectivo profissional convidado e não necessariamente expressam a opinião do BTG Pactual, não devendo ser tratadas como tal. As informações contidas nesta apresentação não podem ser consideradas como única fonte de informações no processo decisório do investidor, que, antes de tomar qualquer decisão, deverá realizar uma avaliação minuciosa do produto e respectivos riscos, face aos seus objetivos pessoais e ao seu perfil de risco ("Suitability"). Para maiores informações, acesse www.btgpactualdigital.com

Os riscos da operação com títulos de renda fixa (CDB, LCI e LCA) estão na capacidade de o emissor honrar a dívida; na impossibilidade de venda do título ou na ausência de investidores interessados em adquiri-lo; e na possibilidade de variação da taxa de juros e dos indexadores. É importante a adequada compreensão da natureza, forma de rentabilidade e riscos dos títulos de renda fixa antes da sua aquisição. CDB, LCI e LCA contam com a garantia do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), que garante a devolução do principal investido acrescido de juros referente a rendimentos, na hipótese da incapacidade de pagamento da instituição financeira, de até R$ 250 mil reais por CPF e por instituição financeira, considerando o limite de garantia de R$ 1 milhão para cada período de quatro anos.

FUNDOS DE INVESTIMENTO NÃO CONTAM COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA. E recomendada a leitura cuidadosa do Formulário de Informações Complementares e Regulamento do Fundo de Investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos.

Ressaltamos que as opiniões e projeções referente COE, aqui apresentadas representam a opinião da área Structured Products do BTG Pactual, mas não necessariamente a opinião institucional do BTG Pactual, podendo o BTG Pactual, suas subsidiárias e/ou seus empregados podem, eventualmente, possuir uma posição comprada ou vendida, atuar em nome próprio e/ou como coordenador ou agente em operações envolvendo ações ou demais investimentos relevantes. COE NÃO CONTA COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA.

Os regulamentos completos dos Planos de Previdência da BTG Pactual Vida e Previdência S/A deverão ser lidos previamente a sua contratação. Os direitos e obrigações das partes estão definidos na Proposta e nos Regulamentos do plano contratado. É recomendada a leitura cuidadosa do regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos. O registro do plano na Susep não implica, por parte da autarquia, incentivo ou recomendação de comercialização. O Participante/Segurado poderá consultar a situação cadastral de seu corretor de seguros no site www.susep.gov.br, por meio do número de seu registro na Susep, nome completo, CNPJ ou CPF. BTG Pactual Vida e Previdência S/A - CNPJ: 19.449.767/0001-20. Processos SUSEP PGBL: 15414.901924/2014-44 e VGBL: 15414.901922/2014-55.

Fundos de investimento não contam com garantia do administrador do fundo, do gestor da carteira, de qualquer mecanismo de seguro ou, ainda, do fundo garantidor de créditos FGC. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de rentabilidade futura. É recomendada a leitura cuidadosa do prospecto e regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos. Os investidores devem estar preparados para aceitar os riscos inerentes aos diversos mercados em que os fundos atuam e, consequentemente, possíveis variações no patrimônio investido. Os produtos e serviços aqui mencionados podem não estar disponíveis em todas as jurisdições ou para determinadas categorias de investidores. Adicionalmente, a legislação e regulamentação de proteção a investidores de determinadas jurisdições/países, pode não se aplicar a produtos e serviços registrados em outras jurisdições/países, sujeitos à legislação e regulamentação respectivamente aplicáveis, além de previsões contratuais específicas.

Anbima Anbima