Se você tem o hábito de poupar e investir dinheiro já deve ter ouvido falar que, quanto maiores e mais frequentes sejam seus aportes, melhores são as chances de construir um bom patrimônio para o futuro. É possível, no entanto, que você nunca tenha compreendido muito bem este trajeto de acumulação de patrimônio e o impacto dos juros compostos neste processo.

O artigo de hoje tem como objetivo ajudar você a compreender, de uma vez por todas, o poder dos juros compostos e a descobrir como estes juros podem conferir uma rentabilidade exponencial aos seus investimentos ao longo do tempo. Continue a leitura e saiba mais sobre os juros compostos.

 

Os juros compostos

Os juros compostos são uma das principais ferramentas para a acumulação de patrimônio ao longo do tempo. Na prática, os juros compostos criam a famosa situação de juros sobre juros, que tanto penaliza as pessoas que tomam empréstimos, mas que é capaz de turbinar a formação de patrimônio de quem junta dinheiro e investe parte do seu capital com frequência.

A força dos juros compostos é tamanha que existe, inclusive, uma frase atribuída ao grande cientista Albert Einstein sobre estes juros. A afirmação diz que “juros compostos são a maior força do universo”.

Entenda a seguir porque esta afirmação poderosa faz, de fato, sentido na prática quando o assunto é investimentos e acumulação de patrimônio.

 

Os juros compostos nos investimentos

Como você já sabe, a ação dos juros compostos nos investimentos resulta em uma situação de potencialização do montante aplicado ao longo dos anos que, graças aos juros compostos, se acumulam com maior velocidade após certo tempo. O que muita gente ainda não compreende é que, em um determinado momento, os juros sobre juros acabam se tornando até mais significativos que o próprio montante aplicado pelo investidor.

Pode parecer impossível, mas esta é a realidade: ao longo do tempo, a formação do patrimônio de um investidor acaba sendo formada muito mais pelo efeito dos juros sobre juros do que pelo efetivo capital acumulado por ele. Isso ocorre porque, com o passar dos anos, os juros tendem a capitalizar o montante de dinheiro aportado e acumular de tal maneira que passam a compor, em um determinado momento, a maior parte dos rendimentos oriundos dos investimentos.

Para se beneficiar desta atuação dos juros compostos em relação aos seus investimentos e ao seu patrimônio, é imprescindível que você tenha em mente a necessidade de começar a investir o quanto antes. E, diferente do que a grande maioria das pessoas acredita, não é necessário começar a aportar com altas somas de dinheiro.

Graças aos juros compostos, é muito mais indicado começar a realizar aportes desde cedo – independente da quantia a ser investida – do que esperar anos para dar início aos aportes com valores mais elevados. Afinal de contas, quanto antes você começar a investir, maior o período de atuação dos juros sobre juros sobre seus investimentos.

 

Renda fixa ou renda variável?

Agora que você já sabe que, quanto mais cedo você começar a investir, mais tempo os juros compostos terão para atuar sobre o seu dinheiro e multiplicar seu patrimônio, é hora de pensar na distribuição dos seus investimentos. Afinal, para quais investimentos vale a pena direcionar seus aportes?

Muitos acreditam que a renda variável é a única alternativa para turbinar os rendimentos nos investimentos. Como você já conhece o poder dos juros sobre juros, no entanto, deve ter percebido que os aportes em renda fixa também podem ser turbinados pela atuação dos juros sobre juros – embora esta percepção possa, de certa forma, levar tempo para ser identificada pelo investidor.

Por isso, na hora de escolher seus investimentos – seja em renda fixa ou renda variável – é imprescindível que você leve em consideração, em primeiro lugar, seu perfil de investidor e seus objetivos financeiros. Saber se você possui um perfil conservador, moderado ou agressivo é o primeiro passo para tomar as melhores decisões sobre os seus investimentos e evitar situações desagradáveis e desnecessárias em relação aos seus aportes.

A rentabilidade dos investimentos é importante, mas sem a aplicação correta – alinhada aos seus objetivos financeiros e ao seu perfil enquanto investidor, seus aportes poderão lhe trazer muito mais aborrecimentos que bons rendimentos. Diversificar os investimentos também é fundamental para construir uma carteira sólida e mais segura ao longo do tempo.

 

Disciplina e planejamento financeiro

Nas finanças pessoais, manter bons hábitos financeiros são fundamentais para levar o investidor a conquistar bons rendimentos dos seus investimentos no futuro. Por isso, é fundamental manter a disciplina quando o assunto é poupar e investir.

Planeje suas finanças e crie o hábito de poupar parte dos seus ganhos e investir seu capital com frequencia. Pequenos aportes, mês após mês, podem se tornar grandes somas de dinheiro ao longo dos anos – graças à ação dos juros compostos.

Com disciplina para poupar, boas escolhas em relação aos investimentos e a atuação dos juros compostos sobre o seu patrimônio, qualquer investidor pode criar fortuna com o passar dos anos. E lembre-se: quanto mais cedo você começar a poupar e investir, mais tempo você terá para se beneficiar da ação dos juros sobre juros sobre os seus investimentos.

Como escolher a melhor instituição para realizar meus investimentos?

Para tomar decisões adequadas ao seu perfil enquanto investidor e em linha com seus objetivos, você deve contar com uma boa plataforma digital e assessoria de investimentos gabaritada. Escolher um banco de investimentos conceituado e com expertise comprovada pode lhe ajudar a encontrar as melhores opções de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal.

Por isso, minha recomendação é a plataforma do BTG Pactual digital, onde é possível ter acesso a produtos de diversos bancos e contar com toda a expertise de mais de 35 anos em investimentos e gestão de recursos que só o banco de investimentos BTG Pactual pode oferecer.

Deixe seu comentário 0

Você está a um passo para investir com mais segurança e tranquilidade.
Crie sua conta agora


Preencha com seu nome

Preencha com seu e-mail

Preencha com seu telefone

Está com dúvidas? Entre em contato com a gente!

ENTRE EM CONTATO

O Grupo BTG Pactual (“BTG Pactual”) não fornece opiniões jurídicas ou tributárias. Sendo assim, essa apresentação não constitui aconselhamento legal de qualquer natureza. Essa apresentação é um breve resumo de cunho meramente informativo, não configurando análise de valores mobiliários nos termos da Instrução CVM Nº 598, de 03 de maio de 2018, e não tendo como objetivo a consultoria, oferta, solicitação de oferta e/ou recomendação para a compra ou venda de qualquer investimento e/ou produto específico. Embora as informações e opiniões expressas aqui tenham sido obtidas de fontes confiáveis e fidedignas, nenhuma garantia ou responsabilidade, expressa ou implícita é feita a respeito da exatidão, fidelidade e/ou totalidade das informações. Todas as informações, opiniões e valores eventualmente indicados estão sujeitos à alteração sem prévio aviso. Ressaltamos também, que as opiniões expressas neste material refletem a opinião do respectivo profissional convidado e não necessariamente expressam a opinião do BTG Pactual, não devendo ser tratadas como tal. As informações contidas nesta apresentação não podem ser consideradas como única fonte de informações no processo decisório do investidor, que, antes de tomar qualquer decisão, deverá realizar uma avaliação minuciosa do produto e respectivos riscos, face aos seus objetivos pessoais e ao seu perfil de risco ("Suitability"). Para maiores informações, acesse www.btgpactualdigital.com

Os riscos da operação com títulos de renda fixa (CDB, LCI e LCA) estão na capacidade de o emissor honrar a dívida; na impossibilidade de venda do título ou na ausência de investidores interessados em adquiri-lo; e na possibilidade de variação da taxa de juros e dos indexadores. É importante a adequada compreensão da natureza, forma de rentabilidade e riscos dos títulos de renda fixa antes da sua aquisição. CDB, LCI e LCA contam com a garantia do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), que garante a devolução do principal investido acrescido de juros referente a rendimentos, na hipótese da incapacidade de pagamento da instituição financeira, de até R$ 250 mil reais por CPF e por instituição financeira, considerando o limite de garantia de R$ 1 milhão para cada período de quatro anos.

FUNDOS DE INVESTIMENTO NÃO CONTAM COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA. E recomendada a leitura cuidadosa do Formulário de Informações Complementares e Regulamento do Fundo de Investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos.

Ressaltamos que as opiniões e projeções referente COE, aqui apresentadas representam a opinião da área Structured Products do BTG Pactual, mas não necessariamente a opinião institucional do BTG Pactual, podendo o BTG Pactual, suas subsidiárias e/ou seus empregados podem, eventualmente, possuir uma posição comprada ou vendida, atuar em nome próprio e/ou como coordenador ou agente em operações envolvendo ações ou demais investimentos relevantes. COE NÃO CONTA COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA.

Os regulamentos completos dos Planos de Previdência da BTG Pactual Vida e Previdência S/A deverão ser lidos previamente a sua contratação. Os direitos e obrigações das partes estão definidos na Proposta e nos Regulamentos do plano contratado. É recomendada a leitura cuidadosa do regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos. O registro do plano na Susep não implica, por parte da autarquia, incentivo ou recomendação de comercialização. O Participante/Segurado poderá consultar a situação cadastral de seu corretor de seguros no site www.susep.gov.br, por meio do número de seu registro na Susep, nome completo, CNPJ ou CPF. BTG Pactual Vida e Previdência S/A - CNPJ: 19.449.767/0001-20. Processos SUSEP PGBL: 15414.901924/2014-44 e VGBL: 15414.901922/2014-55.

Fundos de investimento não contam com garantia do administrador do fundo, do gestor da carteira, de qualquer mecanismo de seguro ou, ainda, do fundo garantidor de créditos FGC. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de rentabilidade futura. É recomendada a leitura cuidadosa do prospecto e regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos. Os investidores devem estar preparados para aceitar os riscos inerentes aos diversos mercados em que os fundos atuam e, consequentemente, possíveis variações no patrimônio investido. Os produtos e serviços aqui mencionados podem não estar disponíveis em todas as jurisdições ou para determinadas categorias de investidores. Adicionalmente, a legislação e regulamentação de proteção a investidores de determinadas jurisdições/países, pode não se aplicar a produtos e serviços registrados em outras jurisdições/países, sujeitos à legislação e regulamentação respectivamente aplicáveis, além de previsões contratuais específicas.

Anbima Anbima