Coluna André Bona

Entenda como ajustar os seus investimentos ao longo da vida

Manter um bom planejamento financeiro ao longo da vida e organizar os investimentos é um passo essencial para qualquer pessoa que tem como objetivo manter as finanças em ordem e alcançar metas financeiras no curto, médio e longo prazo. Este hábito pode ser decisivo para qualquer investidor não apenas para a conquista de vida financeira mais saudável, mas também para a manutenção de um progresso constante na busca pela liberdade e independência financeira.

O que nem todas as pessoas consideram neste processo, no entanto, são as mudanças que ocorrem – e que devem acontecer – no planejamento de investimentos ao longo do caminho. No artigo de hoje você entenderá melhor a importância de considerar modificar seu planejamento financeiro ao longo dos anos e descobrirá como fazer estes ajustes nos seus investimentos ao longo de toda vida.

A importância do planejamento financeiro

Ter um planejamento financeiro sólido e em linha com suas metas e objetivos é imprescindível – principalmente para quem deseja acumular patrimônio e conquistar a independência financeira. É por meio do planejamento financeiro que se consegue manter um melhor o fluxo de dinheiro e tomar as decisões mais adequadas para você – que impactarão diretamente nos mais diferentes aspectos da sua vida ao longo do tempo.

Entretanto, é preciso ter em mente que, quando falamos sobre qualquer tipo de planejamento – seja pessoal, empresarial e de investimentos, não estamos falando sobre a elaboração de um plano que é realizado apenas uma única vez, mas sim de um planejamento dinâmico, que muda com o tempo, de acordo com as nossas necessidades e também de acordo com as mudanças que ocorrem na vida de qualquer pessoa.

As mudanças ao longo do caminho

O processo de adaptação sempre fez e sempre fará parte do nosso dia a dia. Conforme a realidade vai se alterando, é esperado que todo ser humano vá se adaptando a estas mudanças – independente de quais sejam elas.

Quando o assunto é planejamento financeiro e investimentos, não é diferente. Acompanhamos frequentemente alterações no cenário econômico, nas taxas de juros da economia, nas ofertas de investimento – que se transformam e se multiplicam ao longo do tempo, entre tantas outras mudanças. Sendo assim, é natural – e muito saudável – precisar fazer ajustes ao longo do caminho.

Para entender melhor a necessidade de mudanças e adaptações nos investimentos ao longo do caminho, compare seu planejamento financeiro e de investimentos com uma viagem de carro. Imagine que você pretende sair da capital paulista e chegar à cidade do Rio de Janeiro em 6 horas, utilizando seu carro como meio de locomoção.

Agora imagine que, ao longo deste caminho, você seja surpreendido por algumas mudanças que, de início, não estavam planejadas: um acidente na rodovia – que resulte em trânsito ou até mesmo em um desvio de rota parcial, obras na pista, uma parada não planejada no posto de combustível, entre outras situações que não poderiam ser consideradas no planejamento inicial porque, de fato, elas não existiam até aquele momento.

Diante desta situação, você já deve imaginar que aquele planejamento inicial de 6 horas de viagem precisará de alterações. Dificilmente você conseguirá completar o percurso nas 6 horas imaginadas mas, eventualmente, poderá atingir seu objetivo em 6h20, 6h40 ou até em 7 horas de viagem – mas chegará.

Esta é a mesma situação de um planejamento financeiro. As circunstâncias mudam e exigem alterações pelo caminho – o que não significa que você não chegará onde pretende chegar.

Como ajustar os investimentos ao longo da vida?

Uma vez que você estabelece um planejamento financeiro e pessoal, o próximo passo a ser dado é seguir estes planos traçados previamente. É por meio desse planejamento que você conseguirá ter noção da ordem de grandeza de cada um dos seus objetivos e tomar decisões pautadas nos seus objetivos.

Eventuais ajustes ao longo do tempo – que são naturais e saudáveis – devem, no entanto, sempre ser considerados neste processo de investimentos. Estes ajustes impactarão nas suas escolhas de produtos para investimento e serão realizados sempre com o objetivo de manter sua carteira de investimentos alinhada aos seus objetivos e nivelada às mudanças de cenário que ocorrem com freqüência, ano após ano, seja no micro ou no macrocosmos de cada indivíduo.

A melhor maneira de ajustar os seus investimentos ao longo da vida, portanto, é manter-se atento às alterações que, certamente, ocorrerão na sua vida ao longo do tempo. Mudanças de planos pessoais dos mais diversos tipos (mudanças de emprego, filhos, imprevistos diversos, novos sonhos, eventuais problemas de saúde, aumentos de salários, etc), oscilações no cenário econômico e nas taxas de juros, entre outras situações, deverão sempre ser consideradas pelo investidor, para que estes ajustes ao longo dos anos possam ser feitos da melhor maneira possível para o investidor.

É importante também compreender que estas alterações não são maléficas e que, se feitas corretamente, não irão atrapalhar seus planos financeiros. Lembre-se que, independente das mudanças ao longo do caminho, o processo de acumulação de patrimônio continuará ocorrendo e a independência financeira pode ser alcançada – em mais ou menos tempo do que o planejado por você inicialmente.

Como escolher a melhor instituição para realizar meus investimentos?

Para tomar decisões de investimentos mais adequadas e em linha com seus objetivos durante todo este processo de ajustes ao longo do tempo você deve contar com uma boa plataforma digital e assessoria de investimentos gabaritada. Escolher um banco de investimentos conceituado e com expertise comprovada pode lhe ajudar a encontrar as melhores opções de investimentos, de acordo com seu planejamento pessoal.

Por isso, minha recomendação é a plataforma do BTG Pactual digital, onde é possível ter acesso a produtos de diversos bancos e contar com toda a expertise de mais de 35 anos em investimentos e gestão de recursos que só o banco de investimentos BTG Pactual pode oferecer.

Posts relacionados

Deixe seu comentário 0

Você está a um passo para investir com mais segurança e tranquilidade.
Crie sua conta agora


Preencha com seu nome

Preencha com seu e-mail

Preencha com seu telefone

Está com dúvidas? Entre em contato com a gente!

ENTRE EM CONTATO

O Grupo BTG Pactual (“BTG Pactual”) não fornece opiniões jurídicas ou tributárias. Sendo assim, essa apresentação não constitui aconselhamento legal de qualquer natureza. Essa apresentação é um breve resumo de cunho meramente informativo, não configurando análise de valores mobiliários nos termos da Instrução CVM Nº 598, de 03 de maio de 2018, e não tendo como objetivo a consultoria, oferta, solicitação de oferta e/ou recomendação para a compra ou venda de qualquer investimento e/ou produto específico. Embora as informações e opiniões expressas aqui tenham sido obtidas de fontes confiáveis e fidedignas, nenhuma garantia ou responsabilidade, expressa ou implícita é feita a respeito da exatidão, fidelidade e/ou totalidade das informações. Todas as informações, opiniões e valores eventualmente indicados estão sujeitos à alteração sem prévio aviso. Ressaltamos também, que as opiniões expressas neste material refletem a opinião do respectivo profissional convidado e não necessariamente expressam a opinião do BTG Pactual, não devendo ser tratadas como tal. As informações contidas nesta apresentação não podem ser consideradas como única fonte de informações no processo decisório do investidor, que, antes de tomar qualquer decisão, deverá realizar uma avaliação minuciosa do produto e respectivos riscos, face aos seus objetivos pessoais e ao seu perfil de risco ("Suitability"). Para maiores informações, acesse www.btgpactualdigital.com

Os riscos da operação com títulos de renda fixa (CDB, LCI e LCA) estão na capacidade de o emissor honrar a dívida; na impossibilidade de venda do título ou na ausência de investidores interessados em adquiri-lo; e na possibilidade de variação da taxa de juros e dos indexadores. É importante a adequada compreensão da natureza, forma de rentabilidade e riscos dos títulos de renda fixa antes da sua aquisição. CDB, LCI e LCA contam com a garantia do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), que garante a devolução do principal investido acrescido de juros referente a rendimentos, na hipótese da incapacidade de pagamento da instituição financeira, de até R$ 250 mil reais por CPF e por instituição financeira, considerando o limite de garantia de R$ 1 milhão para cada período de quatro anos.

FUNDOS DE INVESTIMENTO NÃO CONTAM COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA. E recomendada a leitura cuidadosa do Formulário de Informações Complementares e Regulamento do Fundo de Investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos.

Ressaltamos que as opiniões e projeções referente COE, aqui apresentadas representam a opinião da área Structured Products do BTG Pactual, mas não necessariamente a opinião institucional do BTG Pactual, podendo o BTG Pactual, suas subsidiárias e/ou seus empregados podem, eventualmente, possuir uma posição comprada ou vendida, atuar em nome próprio e/ou como coordenador ou agente em operações envolvendo ações ou demais investimentos relevantes. COE NÃO CONTA COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA.

Os regulamentos completos dos Planos de Previdência da BTG Pactual Vida e Previdência S/A deverão ser lidos previamente a sua contratação. Os direitos e obrigações das partes estão definidos na Proposta e nos Regulamentos do plano contratado. É recomendada a leitura cuidadosa do regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos. O registro do plano na Susep não implica, por parte da autarquia, incentivo ou recomendação de comercialização. O Participante/Segurado poderá consultar a situação cadastral de seu corretor de seguros no site www.susep.gov.br, por meio do número de seu registro na Susep, nome completo, CNPJ ou CPF. BTG Pactual Vida e Previdência S/A - CNPJ: 19.449.767/0001-20. Processos SUSEP PGBL: 15414.901924/2014-44 e VGBL: 15414.901922/2014-55.

Fundos de investimento não contam com garantia do administrador do fundo, do gestor da carteira, de qualquer mecanismo de seguro ou, ainda, do fundo garantidor de créditos FGC. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de rentabilidade futura. É recomendada a leitura cuidadosa do prospecto e regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos. Os investidores devem estar preparados para aceitar os riscos inerentes aos diversos mercados em que os fundos atuam e, consequentemente, possíveis variações no patrimônio investido. Os produtos e serviços aqui mencionados podem não estar disponíveis em todas as jurisdições ou para determinadas categorias de investidores. Adicionalmente, a legislação e regulamentação de proteção a investidores de determinadas jurisdições/países, pode não se aplicar a produtos e serviços registrados em outras jurisdições/países, sujeitos à legislação e regulamentação respectivamente aplicáveis, além de previsões contratuais específicas.

Anbima Anbima