Coluna André Bona

Como configurar o Stop Gain e o Stop Loss no home broker

Nas duas últimas semanas eu expliquei aqui no Blog do BTG Pactual digital sobre o uso do Stop Gain para maximizar lucros no mercado de ações e também sobre o uso do Stop Loss para minimizar perdas.

Hoje vou explicar como operacionalizar as duas coisas no home broker.

Estudo de caso

Tomaremos por base o caso apresentado no artigo anterior que é uma operação baseada em análise técnica conforme abaixo:

No caso acima, identificamos uma oportunidade de compra por suporte ao preço de 50,00 num determinado ativo. No momento exato da compra, eu já tenho como definir toda a minha operação:

  • Compra: 50,00
  • Stop Gain (target): 62,00
  • Stop Loss: 47,50

Configurando o Stop Gain

Configurar o Stop Gain é a parte mais simples. No artigo “Como comprar ações no home broker (na prática)”, eu expliquei detalhadamente sobre a boleta de negociação e expliquei também que você pode colocar uma ordem com validade futura como, por exemplo, até o final do mês. Então, para já deixar o meu Stop Gain programado, basta que eu coloque uma ordem de venda ao preço de 62,00 com validade até uma data futura e, assim, não preciso ficar olhando as cotações a todo momento.

No momento da minha compra a 50,00 o mercado tende a continuar operando perto desse valor. Mas se ao longo dos dias ou meses futuros o mercado subir e começar a negociar perto dos preços do alvo da operação, teremos compradores ali dispostos a pagar 62,00 pelo ativo e você já estará com sua ordem lá e ela será executada automaticamente, fechando sua operação e colocando o lucro obtido no seu bolso.

Portanto, numa posição comprada em um ativo, basta que você já deixe uma ordem de venda no preço-alvo da sua operação. Ela ficará na “pedra” e, assim que o mercado atinja esse nível, sua ordem será executada.

Configurando o Stop Loss

Já na configuração do Stop Loss, a situação muda e a forma de configurar é diferente. Você pode imaginar: “Mas André, não basta então eu colocar uma ordem de venda ao valor de 47,50 e, caso o mercado caia até esses níveis deixar que ela seja executada?” A resposta é um retumbante NÃO! E mais ainda: Se você fizer isso você vai se dar mal! Muita atenção a esse tópico!

Entendendo a dinâmica da bolsa:

Para que você entenda, vou te dar um exemplo simples:

Imagine que você queira vender sua casa pelo preço de, digamos, 500 mil. Você já decidiu que anunciará neste valor, porém ainda não anunciou.

Agora imagine que, antes de você anunciar, um corretor bata na sua porta e diga: “Sou corretor e tenho um casal que é meu cliente e que viu a sua casa e deseja fazer uma oferta de compra. Será que você teriam interesse”?

Então você responde: “Qual é o valor da oferta deles?”

E o corretor responde: “600 mil reais”.

Você venderá a casa imediatamente porque você estaria completamente satisfeito com o valor de 500 mil, mas apareceu um comprador ao preço de 600 mil, que é 100 mil acima do que você queria. E vender 100 mil acima do que você queria é, logicamente, melhor para você.

E como isso se aplica à minha estratégia de venda de ações?

Simples: se hoje o mercado está negociando a 50,00 e você coloca uma ordem de venda no valor de 47,50, a bolsa não vai esperar o preço cair até 47,50. Ela simplesmente vai pensar: “se esse investidor quer vender a 47,50 e os compradores estão pagando 50 no momento, então vou executar essa operação, porque ele vai vender acima do preço que ele deseja e isso é o melhor para ele”.

Só que nós sabemos que não é isso que você quer. Você quer que essa venda saia a 47,50 APENAS caso o mercado comece a cair, com intuito de limitar seu prejuízo. Por isso você não pode colocar uma ordem de venda a 47,50, mas sim configurar uma boleta de disparo e não uma boleta de venda!

“A boleta de disparo é uma programação que você faz para que uma ordem seja enviada caso um determinado ativo atinja um preço que não é o preço de momento”.

Veja como ficaria a configuração do Stop Loss no home broker:

Veja a boleta abaixo:

Repare que para configurar esse Stop Loss, você precisaria selecionar o tipo da boleta como “Disparo”, definir um preço de disparo e um preço de execução.

Resumindo, essa seria a boleta do Stop Loss de sua operação. A sua ordem de venda de 47,45 seria disparada para a bolsa no instante em que o mercado negociasse no preço de 47,50.

O preço de execução foi colocado um pouco abaixo porque, como já expliquei, se você quiser vender a 47,45 mas se tiver comprador a qualquer preço acima de 47,45 ela também será executada, conforme o exemplo da casa.

Conclusão

Para colocar o Stop Gain automático numa operação de compra, basta colocar uma ordem de venda no valor do alvo da operação com uma validade que pode ser para o mesmo dia ou para uma data futura.

Para colocar o Stop Loss automático numa operação de compra, basta programar uma boleta de disparo para que, caso o mercado caia e atinja determinados preços, sua ordem de venda seja enviada de maneira automática, minimizando o potencial de seu prejuízo.

Como escolher os melhores investimentos?

Para tomar as melhores decisões de investimentos e escolher os melhores investimentos para formar sua reserva de emergência e para outros objetivos financeiros em qualquer tempo, você pode contar com a ajuda do BTG Pactual – o maior banco da América Latina.

Por meio da plataforma do BTG Pactual digital é possível ter acesso a produtos de diversos bancos e contar com toda a expertise de mais de 35 anos em investimentos e gestão de recursos que só o banco de investimentos BTG Pactual pode lhe oferecer.

Posts relacionados

Deixe seu comentário 6

    1. Jaine, você pode testar abrindo sua conta, não há taxa de abertura nem de manutenção. Nosso Home Broker está disponível na App Store e no Google Play! Estamos à disposição.

    2. Como faço para configurar stop loss progressivo automaticamente, conforme o papel suba de cotação após a compra? é possivel? Obrigado.

    3. Olá, Maurício! Em nosso Home Broker ainda não é possível programar stop progressivo.

    1. Olá, Paulo! É possível sim! Ao preencher sua ordem de compra ou venda, você poderá programar o stop, seja no app ou no desktop.

Você está a um passo para investir com mais segurança e tranquilidade.
Crie sua conta agora


Preencha com seu nome

Preencha com seu e-mail

Preencha com seu telefone

Está com dúvidas? Entre em contato com a gente!

ENTRE EM CONTATO

O Grupo BTG Pactual (“BTG Pactual”) não fornece opiniões jurídicas ou tributárias. Sendo assim, essa apresentação não constitui aconselhamento legal de qualquer natureza. Essa apresentação é um breve resumo de cunho meramente informativo, não configurando análise de valores mobiliários nos termos da Instrução CVM Nº 598, de 03 de maio de 2018, e não tendo como objetivo a consultoria, oferta, solicitação de oferta e/ou recomendação para a compra ou venda de qualquer investimento e/ou produto específico. Embora as informações e opiniões expressas aqui tenham sido obtidas de fontes confiáveis e fidedignas, nenhuma garantia ou responsabilidade, expressa ou implícita é feita a respeito da exatidão, fidelidade e/ou totalidade das informações. Todas as informações, opiniões e valores eventualmente indicados estão sujeitos à alteração sem prévio aviso. Ressaltamos também, que as opiniões expressas neste material refletem a opinião do respectivo profissional convidado e não necessariamente expressam a opinião do BTG Pactual, não devendo ser tratadas como tal. As informações contidas nesta apresentação não podem ser consideradas como única fonte de informações no processo decisório do investidor, que, antes de tomar qualquer decisão, deverá realizar uma avaliação minuciosa do produto e respectivos riscos, face aos seus objetivos pessoais e ao seu perfil de risco ("Suitability"). Para maiores informações, acesse www.btgpactualdigital.com

Os riscos da operação com títulos de renda fixa (CDB, LCI e LCA) estão na capacidade de o emissor honrar a dívida; na impossibilidade de venda do título ou na ausência de investidores interessados em adquiri-lo; e na possibilidade de variação da taxa de juros e dos indexadores. É importante a adequada compreensão da natureza, forma de rentabilidade e riscos dos títulos de renda fixa antes da sua aquisição. CDB, LCI e LCA contam com a garantia do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), que garante a devolução do principal investido acrescido de juros referente a rendimentos, na hipótese da incapacidade de pagamento da instituição financeira, de até R$ 250 mil reais por CPF e por instituição financeira, considerando o limite de garantia de R$ 1 milhão para cada período de quatro anos.

FUNDOS DE INVESTIMENTO NÃO CONTAM COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA. E recomendada a leitura cuidadosa do Formulário de Informações Complementares e Regulamento do Fundo de Investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos.

Ressaltamos que as opiniões e projeções referente COE, aqui apresentadas representam a opinião da área Structured Products do BTG Pactual, mas não necessariamente a opinião institucional do BTG Pactual, podendo o BTG Pactual, suas subsidiárias e/ou seus empregados podem, eventualmente, possuir uma posição comprada ou vendida, atuar em nome próprio e/ou como coordenador ou agente em operações envolvendo ações ou demais investimentos relevantes. COE NÃO CONTA COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA.

Os regulamentos completos dos Planos de Previdência da BTG Pactual Vida e Previdência S/A deverão ser lidos previamente a sua contratação. Os direitos e obrigações das partes estão definidos na Proposta e nos Regulamentos do plano contratado. É recomendada a leitura cuidadosa do regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos. O registro do plano na Susep não implica, por parte da autarquia, incentivo ou recomendação de comercialização. O Participante/Segurado poderá consultar a situação cadastral de seu corretor de seguros no site www.susep.gov.br, por meio do número de seu registro na Susep, nome completo, CNPJ ou CPF. BTG Pactual Vida e Previdência S/A - CNPJ: 19.449.767/0001-20. Processos SUSEP PGBL: 15414.901924/2014-44 e VGBL: 15414.901922/2014-55.

Fundos de investimento não contam com garantia do administrador do fundo, do gestor da carteira, de qualquer mecanismo de seguro ou, ainda, do fundo garantidor de créditos FGC. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de rentabilidade futura. É recomendada a leitura cuidadosa do prospecto e regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos. Os investidores devem estar preparados para aceitar os riscos inerentes aos diversos mercados em que os fundos atuam e, consequentemente, possíveis variações no patrimônio investido. Os produtos e serviços aqui mencionados podem não estar disponíveis em todas as jurisdições ou para determinadas categorias de investidores. Adicionalmente, a legislação e regulamentação de proteção a investidores de determinadas jurisdições/países, pode não se aplicar a produtos e serviços registrados em outras jurisdições/países, sujeitos à legislação e regulamentação respectivamente aplicáveis, além de previsões contratuais específicas.

Anbima Anbima