Análises

A incerteza é a nova norma

analise-politica-btg-pactual

Após os últimos acontecimentos no cenário político brasileiro, é esperado um longo período de incerteza. Fica claro que, independentemente da saída ou permanência do presidente Michel Temer, as chances de aprovação da reforma da previdência antes das eleições de 2018 foram reduzidas de forma substancial. Isso porque tanto Temer, enfraquecido politicalmente após os eventos da semana passada, quanto um possível substituto eleito indiretamente, provavelmente não terão o apoio político para uma reforma tão impopular.

Para o mercado, eleger um presidente de maneira indireta seria o melhor cenário. Isso porque ele já poderia contar com maior apoio no Congresso e estaria mais próximo de conseguir a aprovação de reformas menos polêmicas, como a trabalhista. A opção de eleições diretas no atual clima de incerteza política e com o país dividido poderia levar a resultados imprevisíveis. Essa seria o cenário mais arriscado.

Apesar das revelações terem um impacto direto no governo do presidente Temer, elas afetam políticos de diversos partidos. Muitos dos afetados eram possíveis candidatos à presidência, incluindo líderes tanto ligados aos governo quanto a oposição. A expectativa de uma oposição enfraquecida anima alguns participantes do mercado, que vem na figura do novo prefeito de São Paulo, João Dória, um possível favorito para as eleições presidenciais de 2018. No entanto, outros candidatos “não-políticos”, e até mesmo inexperientes, podem surgir entre agora e as eleições.

Perspectivas negativas para a economia

A previsão agora é que o Real continue sob pressão e que a redução das taxas de juros medida pela Selic seja mais lenta, enquanto o crescimento econômico também se desacelera. A turbulência política pode ter um impacto negativo no investimento direto estrangeiro no país nos próximos anos.

Nos últimos meses, a perspectiva do consumidor e de empresas para a economia brasileira era positiva, mas agora é bastante provável que isso mude de direção, reduzindo a disposição de consumir e investir no Brasil. A expectativa anterior era de que os lucros das companhias domésticas subiriam para níveis elevados, chegando a crescimentos de 20% em 2017 e 18% em 2018. Para isso, foram considerados três pilares que podem ser alterados com essa nova crise: 1) a queda dos juros; 2) expectativas da melhoria da atividade econômica; e 3) controle de custo por parte das empresas.

Possíveis impactos na Bolsa de Valores

Em março, muitos investidores achavam que a reforma da previdência seria aprovada, impulsionando a economia a crescer novamente. Um modelo matemático otimista havia calculado a possibilidade da bolsa Ibovespa subir até mais de 40%. Porém, com a crise política, isso se tornou pouco provável. Um custo de capital mais elevado do que o originalmente previsto deve levar a um menor preço alvo para o Ibovespa.
Economicamente, a reforma da previdência é considerada muito importante para o balanceamento das contas do Estado. Caso contrário, a taxa de juros não poderá ser reduzida tão bruscamente e a confiança do consumidor e os investimentos podem desacelerar.

Deixe seu comentário 0

Posts relacionados

Você está a um passo para investir com mais segurança e tranquilidade.
Crie sua conta agora


Preencha com seu nome

Preencha com seu e-mail

Preencha com seu telefone

Está com dúvidas? Entre em contato com a gente!

ENTRE EM CONTATO

O Grupo BTG Pactual (“BTG Pactual”) não fornece opiniões jurídicas ou tributárias. Sendo assim, essa apresentação não constitui aconselhamento legal de qualquer natureza. Essa apresentação é um breve resumo de cunho meramente informativo, não configurando análise de valores mobiliários nos termos da Instrução CVM Nº 598, de 03 de maio de 2018, e não tendo como objetivo a consultoria, oferta, solicitação de oferta e/ou recomendação para a compra ou venda de qualquer investimento e/ou produto específico. Embora as informações e opiniões expressas aqui tenham sido obtidas de fontes confiáveis e fidedignas, nenhuma garantia ou responsabilidade, expressa ou implícita é feita a respeito da exatidão, fidelidade e/ou totalidade das informações. Todas as informações, opiniões e valores eventualmente indicados estão sujeitos à alteração sem prévio aviso. Ressaltamos também, que as opiniões expressas neste material refletem a opinião do respectivo profissional convidado e não necessariamente expressam a opinião do BTG Pactual, não devendo ser tratadas como tal. As informações contidas nesta apresentação não podem ser consideradas como única fonte de informações no processo decisório do investidor, que, antes de tomar qualquer decisão, deverá realizar uma avaliação minuciosa do produto e respectivos riscos, face aos seus objetivos pessoais e ao seu perfil de risco ("Suitability"). Para maiores informações, acesse www.btgpactualdigital.com

Os riscos da operação com títulos de renda fixa (CDB, LCI e LCA) estão na capacidade de o emissor honrar a dívida; na impossibilidade de venda do título ou na ausência de investidores interessados em adquiri-lo; e na possibilidade de variação da taxa de juros e dos indexadores. É importante a adequada compreensão da natureza, forma de rentabilidade e riscos dos títulos de renda fixa antes da sua aquisição. CDB, LCI e LCA contam com a garantia do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), que garante a devolução do principal investido acrescido de juros referente a rendimentos, na hipótese da incapacidade de pagamento da instituição financeira, de até R$ 250 mil reais por CPF e por instituição financeira, considerando o limite de garantia de R$ 1 milhão para cada período de quatro anos.

FUNDOS DE INVESTIMENTO NÃO CONTAM COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA. E recomendada a leitura cuidadosa do Formulário de Informações Complementares e Regulamento do Fundo de Investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos.

Ressaltamos que as opiniões e projeções referente COE, aqui apresentadas representam a opinião da área Structured Products do BTG Pactual, mas não necessariamente a opinião institucional do BTG Pactual, podendo o BTG Pactual, suas subsidiárias e/ou seus empregados podem, eventualmente, possuir uma posição comprada ou vendida, atuar em nome próprio e/ou como coordenador ou agente em operações envolvendo ações ou demais investimentos relevantes. COE NÃO CONTA COM GARANTIA DO ADMINISTRADOR, DO GESTOR, DE QUALQUER MECANISMO DE SEGURO OU FUNDO GARANTIDOR DE CRÉDITO – FGC. RENTABILIDADE PASSADA NÃO REPRESENTA GARANTIA DE RENTABILIDADE FUTURA.

Os regulamentos completos dos Planos de Previdência da BTG Pactual Vida e Previdência S/A deverão ser lidos previamente a sua contratação. Os direitos e obrigações das partes estão definidos na Proposta e nos Regulamentos do plano contratado. É recomendada a leitura cuidadosa do regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos. O registro do plano na Susep não implica, por parte da autarquia, incentivo ou recomendação de comercialização. O Participante/Segurado poderá consultar a situação cadastral de seu corretor de seguros no site www.susep.gov.br, por meio do número de seu registro na Susep, nome completo, CNPJ ou CPF. BTG Pactual Vida e Previdência S/A - CNPJ: 19.449.767/0001-20. Processos SUSEP PGBL: 15414.901924/2014-44 e VGBL: 15414.901922/2014-55.

Fundos de investimento não contam com garantia do administrador do fundo, do gestor da carteira, de qualquer mecanismo de seguro ou, ainda, do fundo garantidor de créditos FGC. A rentabilidade obtida no passado não representa garantia de rentabilidade futura. É recomendada a leitura cuidadosa do prospecto e regulamento do fundo de investimento pelo investidor ao aplicar seus recursos. Os investidores devem estar preparados para aceitar os riscos inerentes aos diversos mercados em que os fundos atuam e, consequentemente, possíveis variações no patrimônio investido. Os produtos e serviços aqui mencionados podem não estar disponíveis em todas as jurisdições ou para determinadas categorias de investidores. Adicionalmente, a legislação e regulamentação de proteção a investidores de determinadas jurisdições/países, pode não se aplicar a produtos e serviços registrados em outras jurisdições/países, sujeitos à legislação e regulamentação respectivamente aplicáveis, além de previsões contratuais específicas.

Anbima Anbima